Luxemburgo devolverá arte roubada no Holocausto

O governo de Luxemburgo assinou um acordo com a Organização Mundial para a Restituição Judaica para compensar o que foi feito no Holocausto.

Ele vai pagar por reparos e restaurar contas bancárias inativas, apólices de seguro e arte saqueada para sobreviventes do Holocausto.

O acordo anunciado no Dia Internacional de Lembrança do Holocausto também proporcionará recursos financeiros para promover a memória, a educação e a investigação da Shoah no país europeu.

Gideon Taylor, presidente de operações da Organização Mundial para a Restituição Judaica, falou após a assinatura. “O acordo é uma declaração profunda de Luxemburgo de seu compromisso permanente de preservar a memória dos judeus que foram perseguidos e mortos durante a ocupação nazista de Luxemburgo”, disse ele.

LEIA TAMBÉM

Em janeiro deste ano, a Alemanha entregou a arte saqueada pelos nazistas acumulada pelo falecido colecionador Cornelius Gurlitt. Os nazistas ocuparam Luxemburgo de maio de 1940 até setembro de 1944. Cerca de 2.000 judeus luxemburgueses morreram durante o Holocausto.

Em 2015, por sua vez, o país pediu desculpas à comunidade judaica pelo “sofrimento” infligido durante a Segunda Guerra Mundial e reconheceu a responsabilidade de “alguns representantes” de suas autoridades, 70 anos após o fim do conflito. “O governo pede desculpas à comunidade judaica pelo sofrimento infligido e pelas injustiças perpetradas. Também reconhece a responsabilidade de alguns representantes do poder público no incomensurável crime que foi perpetrado”, lê-se em nota assinada pelo Primeiro-Ministro Xavier Bettel e todos os seus ministros.

Foto: Bundesarchive photo

One thought on “Luxemburgo devolverá arte roubada no Holocausto

Fechado para comentários.