Metrópole de 5.000 anos descoberta em Israel

Uma enorme metrópole de 5.000 anos de idade, que abrigava cerca de 6.000 habitantes, foi descoberta ao lado da nova cidade de Harish, em Israel, durante novas obras de construção de estradas. A cidade de 160 hectares é a maior cidade da Idade do Bronze escavada em Israel, de acordo com um comunicado de imprensa da Autoridade de Antiguidades de Israel (AAI).

“É muito maior do que qualquer outro local conhecido em Israel, Jordânia, Líbano ou sul da Síria”, explicou o Dr. Yitzhak Paz, co-diretor da escavação.

Além disso, pouco antes da construção de uma nova estrada sobre o sítio arqueológico de En Esur, os arqueólogos descobriram um assentamento calcolítico de 7.000 anos de idade sob várias das estruturas de 5.000 anos de idade.

“Esta é uma cidade enorme – uma megalópole em relação à Idade do Bronze, onde milhares de habitantes que viviam da agricultura negociavam com diferentes regiões e até mesmo com diferentes culturas e reinos da região. Esta é a Nova York da Idade do Bronze, uma cidade cosmopolita e planejada”, de acordo com uma declaração da AAI.

As escavações foram financiadas pela Netivei Israel – a Companhia Nacional de Infraestrutura de Transporte, com a participação de mais de 5.000 estudantes do ensino médio e voluntários da área. Devido à importância do local, a Netivei Israel aumentou significativamente a altura da estrada planejada e preservará as escavações por meio de documentação e conservação de alta tecnologia.

A cidade descoberta está localizada perto de Wadi Ara e da cidade de Hadera, ao norte de Tel Aviv, em terras férteis para a agricultura, perto de duas fontes de água e importantes rotas comerciais.

A metrópole antiga continha edifícios, áreas públicas e privadas, grandes ruas e becos, e era cercada por um muro de fortificação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *