Ministério da Saúde recomenda não viajar ao exterior

O Ministério da Saúde de Israel adverte à população a não viajar para o exterior caso não haja necessidade, evitando viagens a conferências e outras reuniões internacionais, incluindo viagens a eventos religiosos.

O Ministério também emitiu uma nota sobre viagem à Itália, pedindo aos cidadãos de Israel a não irem para lá, e lembrou ao público que, a partir de domingo, qualquer pessoa que retorne da Itália deve entrar em um período de 14 dias de confinamento solitário.

Os Estados Unidos alertaram para uma pandemia com a doença se espalhando na Europa e o Brasil confirmou a primeira infecção na América Latina. O homem de 61 anos, de São Paulo, retornou da Itália dia 21 de fevereiro, apresentou os sintomas e está em isolamento.

Atualmente, 1.600 israelenses estão em quarentena por coronavírus em todo o país, de Kiryat Shmona, no norte, a Beer Sheva, no sul. De acordo com as regras do Ministério da Saúde, qualquer israelense que retorne do Japão, China, Hong Kong, Tailândia ou Macau deve passar 14 dias isoladamente, em casa ou em um centro médico.

A cidade com o maior número de pessoas isoladas é Tel Aviv com 102 casos, seguida por Haifa com 97, Jerusalém com 77 e Rishon Lezion com 62. Mais da metade dos que estão em quarentena, 841 pessoas, retornaram da Tailândia.

 

Foto: Pixabay

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *