Netanyahu determinado a continuar a operação em Gaza

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, prometeu, na quarta-feira, continuar com uma feroz ofensiva militar na Faixa de Gaza, repelindo os apelos dos Estados Unidos para encerrar a operação.

Os comentários duros de Netanyahu marcaram a primeira cisão pública entre os dois aliados desde o início da luta, na semana passada e podem complicar os esforços internacionais para chegar a um cessar-fogo. Sua reação também coloca a dupla em um difícil teste inicial da relação EUA-Israel.

Israel continuou com ataques aéreos a alvos do Hamas em Gaza, enquanto terroristas do Hamas bombardearam Israel com foguetes ao longo do dia. Em outro sinal de escalada potencial, militantes no Líbano dispararam foguetes contra o norte de Israel.

Após uma visita ao quartel-general militar, Netanyahu disse que apreciava “o apoio do presidente americano”, mas disse que Israel avançaria para devolver “calma e segurança” aos cidadãos israelenses.

Ele disse que estava “determinado a continuar esta operação até que seu objetivo seja alcançado”.

LEIA TAMBÉM

Ele falou pouco depois que o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse a Netanyahu que esperava “uma desaceleração significativa, hoje, no caminho para um cessar-fogo”, disse a Casa Branca.

Biden havia evitado anteriormente pressionar Israel mais direta e publicamente por um cessar-fogo. Mas a pressão tem aumentado para que Biden intervenha com mais força à medida que outros esforços diplomáticos ganham força.

Negociadores egípcios também têm trabalhado para interromper os combates, e um diplomata disse que aguardavam a resposta de Israel a uma oferta de cessar-fogo. O diplomata falou sob condição de anonimato, de acordo com o regulamento.

Segundo o Wall Street Journal,  Israel e o Hamas podem chegar a um cessar-fogo já nesta sexta-feira, citando fontes envolvidas nos contatos entre as partes.

Fonte: AP
Foto: Edi Israel (Flash90)

One thought on “Netanyahu determinado a continuar a operação em Gaza

Fechado para comentários.