Netflix Kosher deixa espectador pular partes pouco modestas

Os israelenses que não querem ver conteúdo ousado têm um novo serviço de streaming que permite ignorar as partes indecentes. A TV Tov, um serviço de streaming em Israel é voltada para judeus observadores que seguem as leis religiosas de recato.

No serviço da TV Tov, apelidado de “Netflix Kosher” pelo diário israelense Haaretz, os espectadores podem escolher seu nível de censura, a partir de um texto de aviso que aparece durante uma cena, permitindo que o espectador pressione um botão e pule essa parte. Alguns programas são tabus, incluindo “Game of Thrones”, de acordo com o Haaretz.

O serviço, que já tem dois anos, é uma criação do empresário israelense Israel Zeira, que já investiu mais de US$ 1 milhão no projeto. A Tov TV acredita que seu público-alvo chega a cerca de 400.000 famílias israelenses.

LEIA TAMBÉM

Em uma das cenas dramáticas da minissérie de 2013 “Operation Typhoon”, que conta a história de um grupo de soldados de combate soviéticos lutando contra os nazistas, o paramédico da unidade é forçado a tratar uma mulher sangrando ferida por uma bala que penetrou seu ombro. Um momento antes de o paramédico expor seu ombro para remover a bala, um aviso aparece de repente na tela da TV: “Paramédico trata uma mulher com um ferimento no ombro”. Na janela pop-up, há um botão “Pular” que pode ser pressionado para que o espectador judeu observante possa abster-se de ver a cena.

2 thoughts on “Netflix Kosher deixa espectador pular partes pouco modestas

  • 9 de agosto de 2020 em 13:17
    Permalink

    Essa opção tem só na Netflix em Israel?

    Resposta
  • 9 de agosto de 2020 em 14:21
    Permalink

    Não é um serviço da Netflix. É o Tv Tov, apelidado de “Netflix Kosher” e só está disponível em Israel

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *