Casamento em Israel em meio à pandemia

O município de Jerusalém está permitindo a realização de casamentos em alguns dos parques e locais públicos da cidade, com o número de participantes limitado a 20. O programa teve início agora em agosto e termina no final de setembro.

Para permitir que os casais de Jerusalém compartilhem sua alegria, o município está oferecendo pequenos casamentos, em uma variedade de locais cênicos e urbanos da cidade. Os locais incluem a floresta de Jerusalém, o passeio de Armon Hanatziv, Monte Scopus, Yemin Moshe, Liberty Bell Park, Rose Gardens entre outros.

A Prefeitura oferece “pacotes de casamento” gratuitos para casais que não podem comemorar devido ao coronavírus. No auge da temporada de casamentos de Israel, muitos casais não podem comemorar o momento mais feliz de suas vidas, já que os salões de festa foram fechados devido às regulamentações de coronavírus.

O novo empreendimento, chamado “Casar-se em Jerusalém”, é aberto a casais em que um dos parceiros é um morador atual da cidade. A infraestrutura básica necessária para esses eventos será instalada em cada local.

LEIA TAMBÉM

O município de Tel Aviv também vai autorizar que casamentos de até 20 participantes sejam realizados em vários locais públicos, de acordo com as diretrizes do Ministério da Saúde. O município também proporcionará aos celebrantes infraestrutura elétrica, mesas, cadeiras e toalhas brancas. O serviço também será prestado a casais LGBTQ. Além disso, para os casais interessados, o rabinato ajudará a fornecer um grande número de ketubot (contratos de casamento judaico) gratuitamente.

Os casamentos serão permitidos das 16h às 23h nos dias de semana, e das 10h até o início do Shabat nas sextas-feiras.

Foto: Salão Olmaya Jerusalém

One thought on “Casamento em Israel em meio à pandemia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *