Novo aplicativo para pagar viagem de ônibus

O Ministério dos Transportes anunciou que a partir desta terça-feira os usuários do transporte público poderão baixar um aplicativo para celular, escanear um código de barras no início de cada viagem de ônibus e marcar o destino, pagando assim a distância percorrida.

Uma inovação significativa que acompanha o pagamento no aplicativo é a cobrança de acordo com a distância física da viagem e não de acordo com áreas geográficas pré-definidas. No final do mês o passageiro será cobrado de acordo com o número de viagens que realmente fez.

O app  chamado “התחנה” – “A Estação” permitirá outra forma de pagar o transporte público além do cartão Rav Kav, que continuará em uso. Por enquanto, o novo app só permitirá viajar em ônibus, mas o Ministério dos Transportes anunciou que o serviço será operado posteriormente nas ferrovias de Israel e no metrô de superfície em Jerusalém.

Uri Applebaum, da Autoridade Nacional de Transporte Público do Ministério dos Transportes, explica que o pagamento por meio do app será calculado de acordo com as distâncias reais de viagem, ao contrário do método de tarifa usado atualmente, que calcula a tarifa de acordo com anéis geográficos fixos e predefinidos, independentemente do ponto de partida do passageiro.

LEIA TAMBÉM

“O método do anel calcula o custo da viagem de acordo com o ponto de partida do passageiro. Na verdade, o passageiro está sempre no centro do anel e o custo da viagem será determinado pela distância percorrida de onde saiu”.

“São seis raios em distâncias variadas e, uma vez concluída a viagem, o preço será calculado de acordo com a distância percorrida e em que raio está incluído”, detalha Applebaum. “Dentro do primeiro anel, a 15 km do local de origem, há uma passagem livre de 90 minutos para dentro do anel, e no primeiro anel também existem três taxas diferentes: 3,00, 4,00 ou 5,90 NIS, dependendo da área de viagem – como hoje. Portanto, as próprias tarifas serão muito semelhantes às multilinhas.”

O que vai mudar é que serão resolvidos muitos problemas que estão relacionados a áreas hoje consideradas limítrofes em relação à tarifa. Por exemplo, hoje, um passageiro paga 5,90 para viajar de Petach Tikva para Rehovot, mesmo que seja uma distância considerável, porque eles atualmente são considerados na mesma área geográfica, enquanto um passageiro que deseja viajar de Petach Tikva para Hod Hasharon, vai pagar 10 NIS porque são considerados em outra área geográfica.

Paralelamente ao app “התחנה”, serão lançados mais três app de franqueados privados que permitirão o pagamento em transporte público: Multi-pass, ANY-WAY e uma opção de pagamento que será adicionada ao app Moovit. O Ministério dos Transportes destaca que o novo app preservará os descontos pessoais atualmente concedidos aos usuários do transporte público, como idosos, estudantes, moradores da periferia, militares e muito mais.

Segundo o engenheiro de transportes Max Morogovsky faltam informações transparentes ou uma campanha para os passageiros que lhes permita decidir o que é mais lucrativo para eles. É importante entender que o pagamento no aplicativo não é adequado para todos, por exemplo, para pessoas que combinam viagens de trem onde os aplicativos não funcionam atualmente ou para pessoas que viajam longas distâncias com frequência.

A Ministra dos Transportes, Miri Regev, disse que “os novos widgets trazem os benefícios da conexão de tecnologia e transporte para o benefício dos passageiros. Este é mais um passo na visão de conectar Israel por meio de transporte público inteligente, verde, conveniente e acessível.”

O deputado Yinon Azulai (Shas) se opõe à medida e disse que o Ministério dos Transportes ignora o fato de que a mudança exclui, segundo ele, muitas populações que não podem usar o aplicativo, incluindo idosos, crianças, ultraortodoxos e outros que usam principalmente o transporte público. “Teria sido apropriado examinar as necessidades de todas as populações antes de fazer uma mudança.”

2 thoughts on “Novo aplicativo para pagar viagem de ônibus

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *