O verdadeiro BDS: Bonito, Diverso, Sensacional

A Autoridade Palestina exigiu que Jerusalém não seja mencionada nos vídeos promocionais do Festival Eurovision da Canção. O Ministério dos Negócios Estrangeiros da Autoridade Palestina disse que Israel estava usando o Festival para “consolidar a sua ocupação colonial e normalizar efetivamente a aceitação global da sua conduta ilegal”.

“O material promocional publicado no contexto do Festival Eurovision da Canção e aprovado pela União Europeia de Radiodifusão, é inaceitável”, disse o ministério.

O Festival que será realizado a partir desta terça-feira, com a grande final no sábado, em Tel Aviv, vem superando os pedidos de boicotes do movimento BDS. Os defensores do BDS, uma campanha liderada pelos palestinos que defende o boicote, o desinvestimento e as sanções contra Israel, têm pedido aos artistas que se retirem da competição deste ano por causa das políticas de Israel em relação aos palestinos.

O que enfureceu ainda mais os adeptos do BDS foi uma jogada de mestre do marketing do Ministério de Assuntos Estratégicos e Diplomacia Pública de Israel. Uma campanha de relações públicas para combater as chamadas para um boicote usa os anúncios do Google que se referem a boicotar Israel para levar a um site que exalta o país. Os anúncios no Google com as palavras “boycott” e “Eurovision” incentivam os usuários a clicar em um link que na verdade leva a um site pró-Israel, em uma brincadeira com as iniciais de BDS, o site promove Israel como “Bonito, Diverso, Sensacional”.

O site boycotteurovision.net tem vídeos e textos que demonstram a Beleza, Diversidade e o quanto Sensacional é o Estado judeu

One thought on “O verdadeiro BDS: Bonito, Diverso, Sensacional

  • 15 de novembro de 2019 em 17:38
    Permalink

    Amo Israel como se fosse minha pátria! Amo seu povo como se fosse minha família! “Meu país” querido! Injustiçado!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *