Obesidade: procedimento bariátrico sem cirurgia

Uma empresa israelense desenvolveu uma alternativa mais segura e talvez mais barata do que a cirurgia bariátrica para reduzir a massa corporal.

Cerca de duas em cada dez pessoas em todo o mundo são classificadas como obesas, pois elas têm um Índice de Massa Corporal (IMC) de 30 ou mais.

Entre as pessoas com IMC maior que 40, a cirurgia bariátrica tornou-se a solução padrão para redução de peso, seja através do implante de uma banda gástrica ou fazendo com que a comida contorne o estômago. A cirurgia, que pode causar efeitos colaterais significativos, geralmente não é coberta pelo seguro para pessoas com um IMC entre 30 e 40. Outras opções, como os balões intragástricos, só são efetivas temporariamente.

A emergente empresa de Israel Nitinotes desenvolve uma tecnologia que, a longo prazo, proporcionará às pessoas com um menor IMC os mesmos benefícios da cirurgia bariátrica, evitando os perigos de uma operação e reduzindo custos.

O dispositivo “Endozip” da Nitinotes funciona como um sistema de sutura automatizado que é aplicado através de endoscopia, pela boca, para conectar as paredes anterior e posterior do estômago. “O bisturi sairá de uso em uma ou duas décadas. Todos os procedimentos serão não-invasivos”, disse o chefe executivo da Nitinotes, Raz Bar-On.

Uma vez que o cirurgião tenha tudo alinhado e o “Endozip” é colocado no estômago do paciente, basta pressionar um botão para o dispositivo realizar a costura com um precisão. “Endozip” é um dispositivo descartável que vem com todas as suturas e clipes necessários para o procedimento, portanto, seu uso não requer limpeza e esterilização. O Endozip deverá ser usado como um procedimento ambulatorial com anestesia mínima em vez de uma sala de operações. Após a intervenção, o paciente deve receber alta no mesmo dia.

Ainda vai demorar pelo menos três anos para completar todos os requisitos clínicos para aprovação regulamentar nos EUA e na UE. No momento, a Nitinotes se concentra em “pesquisa, desenvolvimento e atividade clínica.

Em Israel, outros procedimentos foram criados para perder peso sem cirurgias ou suturas. Eis alguns deles: a Raziel Therapeutics desenvolve uma droga injetável que elimina as células adiposas velhas e impede o desenvolvimento de novas células; a Nutrino está criando um aplicativo que fornece recomendações personalizadas sobre “Comida impressa” sobre o que comer e quanto fazer para se exercitar. O Beck Medical NozNoz é um pequeno acessório de silicone que é inserido no nariz para bloquear o olfato, o que reduz o apetite; Nobesity tem uma abordagem profilática semelhante ao NozNoz, mas para a boca: seu dispositivo é colocado entre os dentes e atrasa o ato de mastigar; Epitomee criou uma pílula inflada no abdome para simular a sensação de estômago cheio.

Bar-On alertou que não há tecnologia que, sozinha, garanta a perda constante de peso. “Não existe uma solução mágica. Você precisa mudar seus hábitos para manter o peso “, afirmou o especialista.

2 thoughts on “Obesidade: procedimento bariátrico sem cirurgia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *