Prisão para irlandeses que visitarem a Terra Santa

 

 

Os cidadãos irlandeses podem pegar até cinco anos de prisão por visitar locais sagrados cristãos e judaicos na Cidade Velha de Jerusalém, comprar lembranças religiosas, se utilizar de guia de turismo ou mesmo usar o banheiro nestes locais, se um projeto de lei irlandês se tornar lei, explica o professor Eugene Kontorovich, da Faculdade de Direito da Universidade Northwestern.

O projeto de Controle de Atividades Econômicas já passou pelo parlamento e está aguardando a decisão do Senado (Dáil Eireann), a câmara baixa do país, para a decisão final do governo da Irlanda. Segundo ele, além da criminalização, o projeto de lei ameaça a liberdade religiosa dos irlandeses.

O projeto de lei visa proibir a importação e venda de bens, serviços e recursos naturais provenientes das regiões da Samaria e Judeia e punir com até 5 anos de prisão o cidadão que infringir a lei.

O projeto foi apresentado pela senadora (e cantora) Frances Black, apoiadora do BDS. Segundo ela, é importante para a Irlanda mostrar aos palestinos que “… alguém lá fora se importa… (e) a Irlanda sempre estará do lado da lei internacional e da justiça…”.

 

Fonte: AJN