Proibida entrada de estrangeiros até 1º de setembro

A restrição que impede os estrangeiros de visitar Israel continuará até 1º de setembro devido ao recente aumento de infecções por coronavírus, anunciou a Autoridade de Aeroportos de Israel na segunda-feira.

A proibição em andamento apenas permite o retorno de cidadãos israelenses ou que obtêm uma permissão especial da Autoridade de Imigração e Fronteiras para entrar no país. Todos que chegam são obrigados a ficar em quarentena obrigatória por duas semanas.

Na semana passada, o ministro da Energia, Yuval Steinitz, afirmou que um dos maiores impactos do vírus sobre a economia era a limitação das viagens aéreas internacionais e que a reabertura dos céus de Israel era uma prioridade.

Israel, continuou ele, tem uma “economia orientada para a exportação de alta tecnologia. A interação entre Israel e o mundo foi seriamente prejudicada devido ao bloqueio aéreo”.

Israel fechou suas fronteiras para viajantes estrangeiros em meados de março e, seguidamente, estendeu as restrições desde então.

LEIA TAMBÉM

Quase todas as viagens aéreas para Israel foram paralisadas devido a restrições de coronavírus, com apenas alguns voos semanais, incluindo uma rota diária para Newark, Nova Jersey, pela United Airlines.

Desde então, várias companhias aéreas retomaram os voos. A Air Canada, a Delta e a companhia aérea alemã Lufthansa começaram a voar para Israel em junho. As companhias aéreas WizzAir e Ryanair também retomaram os voos.

A indústria do turismo de Israel, que emprega cerca de 80.000 pessoas e contribui com 3% do PIB, foi atingida pela pandemia e seu impacto nas viagens aéreas.

No início deste mês, a companhia aérea El Al aceitou um resgate do governo que provavelmente daria ao estado cerca de 61% da empresa. Segundo o contrato, a companhia aérea obterá um empréstimo garantido pelo governo de US$ 250 milhões, com garantias de 75% do empréstimo, em caso de inadimplência da empresa.

A empresa teve sérios problemas financeiros devido à pandemia e, no mês passado, fechou todas as operações aéreas em meio a uma disputa trabalhista em andamento.

Fonte: © EnlaceJudío

 

3 thoughts on “Proibida entrada de estrangeiros até 1º de setembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *