Retaliação israelense após explosão de míssil sírio

As sirenes soaram nas áreas de Wadi Ara e Samaria durante esta noite (de terça para quarta-feira).

A unidade do porta-voz das Forças de Defesa de Israel disse que um míssil antiaéreo foi disparado da Síria em direção ao território israelense. O míssil explodiu no ar e nenhuma interceptação foi realizada.

Em resposta ao míssil, as FDI atacaram alvos na Síria, incluindo um radar sírio e baterias antiaéreas que dispararam mísseis contra aviões da Força Aérea Israelense.

“As FDI continuarão a proteger os céus do Estado de Israel”, disse a unidade do porta-voz das FDI.

Moradores na área de Sharon e no Norte relataram ter ouvido explosões nas Krayot e Vale do Jordão, no Norte, até Kfar Saba na região do Sharon.

Pouco depois que os alarmes foram ouvidos em Israel, a mídia síria informou que por volta das 00h56, o inimigo israelense realizou um ataque aéreo, na área de Damasco e que os sistemas antitanque sírios foram ativados em Umm al-Fahm e na área de Samaria e que alguns mísseis foram interceptados. A televisão estatal síria citou fontes militares dizendo que um soldado sírio foi morto e cinco ficaram feridos no ataque e que consequências do ataque estão agora sendo avaliadas.

LEIA TAMBÉM

Segundo relatos da Síria, foram duas rodadas de ataques na área da capital de Damasco, sendo a outra na cidade de Qudsia, a noroeste de Damasco, onde partes de um míssil interceptador atingiram o prédio e vários veículos, mas não houve vítimas. Os alvos do ataque foram aparentemente instalações do exército sírio.

No mês passado, a mídia síria informou que as defesas aéreas sírias frustraram um ataque aéreo israelense no porto de Latakia. Não houve relatos de feridos, mas foi relatado um incêndio na área do porto onde os contêineres estão armazenados.

Duas semanas antes, a mídia síria informou que Israel havia lançado um ataque aéreo na área de Damasco.

Fontes: Noticias de Israel e Ynet
Foto (ilustrativa):