Não mudam por causa das regras, mudam as regras!

Na busca por equidade de gênero e também tolerância religiosa, a Associação Internacional de Boxe anunciou importantes mudanças nas regras dos uniformes dos atletas para as competições a partir de 2019. Em evento realizado na Turquia, em Istambul, o Comitê executivo da entidade aprovou uma mudança que permitirá que as mulheres islâmicas utilizem o hijab durante as lutas, roupas ligadas à religião, e também os uniformes de corpo inteiro.

Segundo a entidade, as mudanças somente foram confirmadas por conta dos ajustes feitos no formato dos uniformes para que não provocassem nenhum tipo de perda de rendimento esportivo.

De acordo com a religião islâmica, as roupas femininas são determinadas pelo Alcorão de uma maneira com que as mulheres não chamem a atenção dos homens. Com isso, o hijab ou a burca é utilizado de acordo com a rigidez da região, do país e até mesmo do marido. Nos países ocidentais, o hijab é a vestimenta mais comum e cobre a cabeça e o pescoço, deixando o rosto de fora.

A Associação também anunciou que os boxeadores poderão utilizar nos seus uniformes as cores que representam os seus países nas competições, seja nos coletes ou nos shorts. Fonte: Globo esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *