Milhões podem receber certificado de ascendência sefaradita

Pela primeira vez, dezenas de milhões de descendentes de comunidades judaicas espanholas e portuguesas, cujos ancestrais foram convertidos à força a partir do século XIV, poderão solicitar e receber um “Certificado de Ancestralidade Sefardita”.

Pesquisas acadêmicas e genéticas recentes demonstraram que cerca de 200 milhões de pessoas, principalmente na América Latina, América do Norte e Europa, têm “ascendência judaica significativa” que remonta à época da Inquisição na Espanha e em Portugal.

A iniciativa foi lançada pelo Instituto de Experiência Judaica da Federação Sefardita Americana (ASF IJE), Reconectar, uma organização dedicada a ajudar os descendentes de comunidades judaicas espanholas e portuguesas a se reconectarem com o povo judeu, e Genie Milgrom, autora premiada , pesquisadora e genealogista que foi capaz de documentar completamente sua linhagem materna ininterrupta de 22 gerações, desde 1405 até a Espanha e Portugal pré-Inquisição.

Milgrom também está liderando o trabalho para digitalizar os registros da Inquisição que fornecem uma quantidade sem precedentes de informações genealógicas para aqueles que procuram descobrir suas possíveis raízes judaicas. Estas e uma vasta gama de outras informações no site da certificação ajudarão os descendentes, também conhecidos como Anussim, Marranos, Conversos ou Cripto-Judeus , a descobrir sua herança.

“O Certificado de Ancestralidade Sefardita é histórico para tantos ao redor do mundo, especialmente na América Latina e do Norte, que desejam se conectar com seu passado e até agora não tinham como fazer isso”, disse Milgrom.

“A certificação, em conexão com minha coleção de ferramentas de genealogia, especificamente para aqueles com linhagens cripto-judaicas e sefarditas que estarão no site, permitirá que eles também pesquisem seu próprio passado e os capacitem no processo”.

LEIA TAMBÉM

O processo de certificação começa com o preenchimento de um questionário relativamente curto sobre os antecedentes de uma pessoa, pistas sobre sua herança judaica, como costumes, árvores genealógicas ou itens com conexão judaica, e suas razões para acreditar que tem ascendência sefardita . Essas informações serão então avaliadas por uma equipe de especialistas e pesquisadores que determinarão se o candidato possui informações suficientes para receber o certificado.

O link para o processo de solicitação do Certificado de Ancestralidade Sefardita é https://instituteofjewishexperience.org/certificate-of-sephardic-ancestry/.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: ASF IJE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.