Táxis sem motorista chegando a Tel Aviv

Antecipando o lançamento de um programa piloto para seus táxis autônomos que ocorrerá ainda este ano, a Mobileye mostrou uma prévia de uma viagem de 40 minutos sem motorista pelas ruas de Jerusalém na semana passada.

A Mobileye – a pioneira em tecnologias de direção autônoma, de propriedade da Intel e sediada em Jerusalém – lançará seus serviços de táxi autônomos em Tel Aviv e Munique ainda este ano.

O sistema autônomo foi testado em um ambiente real e desafiador cercado por motoristas humanos, incluindo um que violou as regras de trânsito ao realizar uma conversão ilegal. No vídeo, a Mobileye exibiu um veículo operando no modo autônomo “enquanto imitava o comportamento de várias paradas de um serviço de carona com habilidade humana”.

Lugares como Jerusalém têm ambientes de condução que podem ser particularmente desafiadores devido a ruas comparativamente estreitas e congestionamento de tráfego intenso.

O sistema autônomo ainda permite a intervenção humana se necessário e é considerado um complemento à condução humana, não um substituto completo.

O governo israelense aprovou carros sem motorista em março de 2022. A Mobileye anunciou na terça-feira que esses testes de seu sistema de direção autônoma constituíram um “marco importante” para a implementação de seus próximos serviços de robotaxi (táxis autônomos).

A Mobileye foi fundada em Jerusalém em 1999 pelo professor e empresário da Universidade Hebraica de Israel Amnon Shashua e seu parceiro de negócios Ziv Aviram. Shashua ainda atua como CEO da empresa. A Mobileye ganhou as manchetes em todo o mundo em 2017, quando a gigante de tecnologia americana Intel adquiriu a empresa israelense por US$ 15,3 bilhões, um valor recorde para uma empresa sediada em Israel na época.

LEIA TAMBÉM

Para o projeto robotaxi, a Mobileye decidiu cooperar com a SIXT SE, empresa internacional de serviços de aluguel de carros com sede na Alemanha. Além disso, o empresa de dados de trânsito israelense, Moovit, também foi trazida para a parceria.

A SIXT manterá e operará a frota de veículos em Israel e na Alemanha, enquanto a Mobileye será a proprietária dos veículos – SUVs elétricos de sete lugares NIO fabricados na China. Os clientes poderão acessar o serviço de carona nos aplicativos Moovit ou SIXT.

O desenvolvimento da tecnologia de condução autônoma de táxis foi rápido. Em setembro de 2021, a Intel anunciou o desenvolvimento do sistema do serviço com Munique e Tel Aviv. Não foi por acaso que Israel e Alemanha foram escolhidos como mercados de teste para a nova tecnologia. Como a Nação Startup, Israel é um campo de testes natural para novas tecnologias. Além disso, o pequeno tamanho do país o torna ideal para testar tecnologias de direção.

Em junho de 2021, a Alemanha, conhecedora de tecnologia, tornou-se um dos primeiros países do mundo a abrir suas estradas para veículos autônomos. A Alemanha é considerada o berço da indústria automobilística moderna e ainda é uma grande força no mercado automobilístico com marcas famosas como BMW, Mercedes, Audi, Volkswagen e Porsche.

Enquanto Israel e Alemanha são os mercados de teste, a visão da Mobileye é global. Atualmente, a empresa possui a maior frota mundial de carros autônomos. Seus testes são realizados em todo o mundo, incluindo Nova York, Tóquio, Munique, Paris e Detroit.

A ideia de carros particulares e táxis autônomos foi desenvolvida como resposta à estatística de cerca de 1,35 milhão de pessoas mortas anualmente em todo o mundo em acidentes de trânsito. Só em Israel, cerca de 300 pessoas morrem em média por ano. A maioria das mortes no trânsito ocorre por condução imprudente. As tecnologias de direção autônoma da Mobileye abordam isso com sistemas acionados por computador que a empresa afirma serem superiores à direção humana e reduzirão efetivamente o número de acidentes de trânsito em todo o mundo.

Fonte: All Israel
Foto: Mobileye

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.