Terrorista que matou soldada é morto em novo ataque

A caça ao assassino do posto de controle de Shuafat chegou ao fim na noite desta quarta-feira, quando foi morto a tiros em um ataque fracassado na entrada de Ma’aleh Adumim, ao sul de Jerusalém.

No ataque de Shuafat, o terrorista Udai Tamimi matou a sargento Noa Lazar e feriu gravemente o guarda de segurança, o brasileiro-israelense Haim David Morel, que continua sedado e com cuidados intensivos.

Tamimi, morador de Jerusalém Oriental, chegou à entrada da cidade na região da Samaria e Judeia e abriu fogo contra os seguranças próximos, que atiraram de volta e mataram o terrorista. Uma granada e uma faca foram encontradas com ele.

Um guarda, de 24 anos, foi levado para o hospital Shaare Zedek, em Jerusalém, com um ferimento na mão.

“Dois seguranças altamente experientes que estavam no posto de controle na entrada da cidade neutralizaram o terrorista imediatamente, com bravura, muita desenvoltura e sem medo”, disse o prefeito de Ma’aleh Adumim, Benny Kashriel.

Por 11 dias, as forças de segurança procuraram Tamimi. A Polícia de Israel, Shin Bet e a Polícia de Fronteira prenderam várias pessoas suspeitas de ajudar o terrorista na noite de segunda-feira, apreendendo peças de armas, cartuchos e coletes.

A família de Lazar agradeceu às forças de segurança por seu trabalho após o ataque em Ma’aleh Adumim.

LEIA TAMBÉM

“Com sua morte, o círculo foi fechado e a justiça foi feita rapidamente”, disse a família em comunicado, segundo a Ynet. “A família agradece à nação de Israel pelo apoio que recebeu nesses momentos difíceis”.

O primeiro-ministro Yair Lapid elogiou as forças de segurança pela “eliminação” de Tamimi.

“Não descansaremos até colocarmos as mãos em todos os terroristas que atingiram cidadãos israelenses e soldados das Forças de Defesa de Israel”, disse Lapid. “Vamos agir duro e sem hesitação contra o terrorismo”.

Na semana passada, o sargento Ido Baruch foi morto em um tiroteio perto de Shavei Shomron, no norte da Samaria e Judeia. O assassino de Baruch ainda não foi pego.

Fontes: The Jerusalem Post e The Jerusalem Post
Foto: Captura de tela do vídeo: usado de acordo com a Cláusula 27a da Lei de Direitos Autorais, via The Times of Israel. Udai Tamimi abre fogo no posto de controle perto de Ma’ale Adumim.

3 thoughts on “Terrorista que matou soldada é morto em novo ataque

Fechado para comentários.