Teste caseiro será vendido em supermercado

O Ministério da Saúde aprovou no domingo a venda de testes de antígeno COVID nos supermercados, com a intenção de para baixar o preço.

O governo fornecerá testes domiciliares gratuitos de COVID-19 para crianças do jardim de infância e do ensino fundamental, disse o primeiro-ministro Naftali Bennett, no domingo, no início da reunião semanal do gabinete.

Os testes de antígeno caseiros estão com alta demanda devido à instrução do governo para pessoas com menos de 60 anos vacinadas ou que se recuperaram do vírus de usarem-nos em lugar de testes de PCR, se forem expostos a um caso positivo ou apresentarem sintomas (esses indivíduos também podem passar por um teste de antígeno em uma das estações de teste do país).

O Ministério da Saúde elaborou uma lista de critérios para uma loja poder vender o teste:

– A loja deve ser licenciada para vender alimentos e bebidas, não incluindo açougues.

– Os testes só serão vendidos em suas embalagens originais.

– Os testes serão armazenados à distância de qualquer produto que possa prejudicar sua qualidade, como alimentos não embalados, frutas e vegetais crus e produtos de limpeza.

– Eles também precisarão ser armazenados longe da luz solar direta ou de qualquer outra fonte de calor, e a temperatura de sua sala de armazenamento precisa estar entre 2-25 graus Celsius.

LEIA TAMBÉM

Os fiscais do Ministério da Economia supervisionarão a implementação dos requisitos de armazenamento, disse a ministra da Economia, Orna Barbivay.

Esta diretiva entrará em vigor nos próximos dias e terá validade até 15 de abril.

“Faremos tudo o que for necessário para que ninguém se aproveite da situação para ganhar dinheiro nas costas do público”, disse o ministro da Saúde, Nitzan Horowitz.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Canva

One thought on “Teste caseiro será vendido em supermercado

Fechado para comentários.