Yom Hazikaron – Dia da Memória

O quarto dia de Iyar, o dia anterior ao Dia da Independência de Israel, foi declarado pela Knesset (parlamento israelense) como um dia em memória aos soldados e aqueles que perderam a vida na luta que levou ao estabelecimento do Estado de Israel e às vítimas de terrorismo.

Yom Hazikaron é um momento especialmente solene e marcado por cerimônias e momentos de silêncio em todo o país.

Este ano, Yom Hazikaron vai do pôr do sol do dia 27 de abril ao pôr do dia 28 de abril, e é seguido imediatamente por Yom Haatzmaut, Dia da Independência de Israel.

A característica mais notável do dia é o toque de uma sirene que é ouvido em todo o país, durante o qual a nação inteira observa uma parada de dois minutos de todo o tráfego e atividades diárias. Todas as estações de rádio e televisão transmitem programas que retratam as vidas e atos heroicos de soldados mortos. Yom Hazikaron não é uma comemoração religiosa, mas é parte da cultura civil.

Infelizmente a cada ano aumenta o número de nomes à lista de soldados e vítimas de terrorismo. Esse ano 126 novos nomes foram adicionados, entre eles 42 soldados.

Pela primeira vez desde a fundação do estado, cemitérios militares ficarão vazios no dia da lembrança. Seus portões estarão fechados, mantendo milhares de membros da família longe de seus entes queridos, na tentativa de conter a propagação do coronavírus.

Enquanto o Ministério da Saúde proibia famílias em cemitérios devido a preocupações com a disseminação do coronavírus, o diretor do Yad Lebanim Eli Ben-Shem alertou, na semana passada, sobre o perigo de confrontos físicos nos cemitérios.

Em uma carta a Netanyahu, ao Tenente-General Aviv Kochavi, chefe do Estado-Maior das Forças de Defesa de Israel, a ao chefe do Departamento de Famílias e Comemoração do Ministério da Defesa Aryeh Moalem, Ben-Shem disse que os pais enlutados ameaçaram cometer suicídio nas sepulturas de seus filhos ou filhas.

No entanto, o governo manteve sua posição e orientou os familiares enlutados a visitar os 53 cemitérios militares antes do dia, em pequenos grupos, a fim de aderir aos regulamentos do Ministério da Saúde. E muitas famílias enlutadas fizeram exatamente isso.

Foto: Orel Cohen/Flash 90

One thought on “Yom Hazikaron – Dia da Memória

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *