Israel 72 anos, AM ISRAEL CHAI

Israel comemora, a partir do pôr do sol desta terça-feira (28/4), o Yom Haatzmaut, os 72 anos de sua independência.

No dia 14 de maio de 1948, sexta-feira, após algumas discussões, o Conselho Nacional, criado para examinar as necessidades políticas da comunidade judaica votou aceitando o texto final da Declaração de Independência.

Naquela tarde, às 16 horas, David Ben-Gurion, presidente do Conselho Nacional, leu a Declaração de Independência no Museu de Tel Aviv. Sem eletricidade em Jerusalém, poucos escutaram as palavras de Ben-Gurion ou o canto e a execução do “Hatikva”, o hino nacional de Israel.

Naquela manhã, sem saber ao certo quando iria eclodir uma guerra com os Estados árabes, Ben-Gurion pediu ao seu secretário que levasse a Declaração a um banco local para ser guardada num cofre.

A Declaração era uma sinopse da história do povo judeu até 1948 e também uma afirmação das intenções de Israel para com seus habitantes, vizinhos e a comunidade internacional. A Declaração foi dividida em quatro partes:

1) as circunstâncias bíblicas, históricas e de âmbito legal internacional para a existência de um Estado judeu na Terra de Israel;

2) o direito natural do povo judeu reivindicar o estabelecimento do Estado;

3) a real declaração do estabelecimento do Estado e

4) as informações sobre como o Estado funcionaria, incluindo a enumeração dos direitos dos cidadãos, em conformidade com a Resolução da ONU que concedeu legitimidade internacional para o Estado judeu e Estado árabe na Palestina.

One thought on “Israel 72 anos, AM ISRAEL CHAI

Fechado para comentários.