Yossi Shelley se despede da embaixada de Israel no Brasil

No posto desde 2017, ele estreitou laços entre Bolsonaro e Netanyahu

Texto: Raphael Branco (colaborador no Rio de Janeiro)

Na última quarta-feira (24), uma solenidade no Palácio do Itamaraty marcou o fim das atividades do embaixador israelense Yossi Shelley, no Brasil. Durante o evento, foi entregue a comenda da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul, o mais importante reconhecimento dado a uma personalidade estrangeira.

No Brasil desde 2017, Yossi Shelley se tornou um importante mediador das relações diplomáticas entre o governo do presidente Jair Bolsonaro e do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu. Se de um lado sua imagem foi mal vista por setores da comunidade judaica pelo alinhamento com o governo brasileiro, de outro foi positivo, quando por exemplo, conseguiu o envio de equipes especializadas em resgate para socorrer vítimas na tragédia de Brumadinho (MG), em 2019.

LEIA TAMBÉM

Por esses e outros esforços durante os quatro anos de trabalho, Shelley recebeu das mãos do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, a comenda da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul. “Após quatro anos de trabalho intenso, posso dizer que me sinto de coração parte desse imenso e lindo país. Estar à frente da Embaixada de Israel no Brasil foi certamente o meu maior desafio, mas também a maior satisfação de minha trajetória profissional”, disse.

Ele será substituído pelo diplomata Danny Zonshine, que já ocupou cargos de direção no Ministério das Relações Exteriores de Israel. Porém, ainda não há data para a troca acontecer, já que o nome do novo representante precisa ser aceito pelo Itamaraty.

Homenagem ao Congresso brasileiro

Em cerimônia no mesmo dia, o embaixador israelense entregou a medalha Jerusalém de Ouro para o senador Davi Alcolumbre, que foi o primeiro judeu a presidir o Senado Federal, entre 2019 e 2021. O título é dado para personalidades que contribuíram para o fortalecimento da comunidade judaica brasileira e das relações com o Estado de Israel.

O atual presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, também foi presentado com um broche da Magen David (estrela de Davi) com a cabeça do Leão de Judá. “Após a solenidade de entrega da medalha, tivemos um agradável almoço, conversamos sobre os desafios de Israel e Brasil na atualidade e projetos para o futuro”, declarou Yossi Shelley.

Fontes: Embaixada de Israel no Brasil, Folha de S.Paulo

Fotos: Embaixada de Israel no Brasil (Divulgação)

2 thoughts on “Yossi Shelley se despede da embaixada de Israel no Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *