50% dos infectados mentem na investigação

Pelo menos 50% dos pacientes com coronavírus mentem durante a investigação epidemiológica, disse o Comando da Frente Interna.

O rastreamento da cadeia de infecção está sendo severamente afetado por pessoas que mentem durante as investigações, disse o Comando da Frente Interna, acrescentando que não está sendo possível rastrear adequadamente as pessoas com as quais elas podem ter entrado em contato. Como resultado, o Comando não pode alertar as pessoas para entrarem em quarentena antes de infectar outras pessoas. Cada investigador gasta até quatro horas em uma investigação. Este tempo, entretanto, pode ser muito mais reduzido, mas isso ocorre porque depois que um investigador liga para os pacientes com coronavírus, muitos deles desligam.

Os investigadores epidemiológicos têm a tarefa de quebrar a cadeia de infecção. Um cidadão não é obrigado a cooperar com um investigador epidemiológico. No entanto, a tarefa não pode ser realizada sem a cooperação dos investigados, disse o Comando da Frente Interna.

Daqueles que estão infectados, pelo menos metade deles se recusa a admitir com quem entraram em contato.

LEIA TAMBÉM

Até 30% das pessoas identificadas como tendo tido contato com um paciente com coronavírus durante uma investigação se recusam a cooperar, informou o gabinete do coronavírus. Em um dia normal são encontradas pelo menos três pessoas com necessidade de isolamento, devido principalmente ao recente bloqueio.

Sem a devida cooperação dos investigados, a taxa de morbidade diária começará a aumentar no inverno, disse um porta-voz.

O Comando pretende conduzir até 4.000 investigações por dia durante o inverno e concluir cada uma em 32 horas e planeja recrutar até 3.000 investigadores em duas semanas.

O Comando da Frente Interna disse que espera administrar cerca de 120.000 testes de coronavírus diariamente no próximo mês e ter os resultados dentro de um período de 12 horas.

 

2 thoughts on “50% dos infectados mentem na investigação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *