Apenas 14% dos olim sao judeus

Segundo dados coletados pelo governo israelense, apenas 14% de todos os novos imigrantes que fizeram aliá em Israel nos últimos oito anos são judeus.

A organização Hiddush – um grupo progressista apoiado por movimentos reformistas, construcionistas e conservadores – entrou com um pedido de acesso à informação junto à administração israelense de fronteira, população e imigração, que faz parte do Ministério do Interior.

A Hiddush pediu dados sobre o status dos imigrantes recentes que fizeram aliá sob a lei de retorno, que garante aos judeus e membros de suas famílias imediatas o direito à cidadania israelense.

No entanto, de acordo com dados coletados pelas autoridades de fronteira, população e imigração, a maioria das pessoas que fizeram aliá em Israel nos últimos oito anos não é judia, de acordo com a lei judaica.

Dos 179.849 imigrantes que emigraram para Israel sob a lei do retorno nos últimos oito anos, apenas 14,1%, ou 25.375, eram judeus de acordo com a lei judaica. A maioria, 154.474, eram cônjuges ou filhos de pais judeus.

Embora a Lei do Retorno de Israel, adotada pela primeira vez em 1950, originalmente garantisse o direito de imigrar para Israel apenas os judeus, em 1970 esse direito foi estendido a filhos de pai judeu, incluindo netos, mesmo que esses descendentes não fossem judeus segundo a lei judaica – assim como a esposa de um judeu e a esposa do filho de um judeu. Sob a lei judaica, apenas o filho de uma mulher judia, ou uma pessoa que conclui um processo de conversão reconhecido, é considerado judeu.

A esmagadora maioria dos imigrantes da Europa Oriental nos últimos anos foi de não-judeus, de acordo com dados coletados pelo Ministério do Interior, com apenas 4,3% dos imigrantes da Rússia, ou 2.244 dos 52.337, nos últimos oito anos (sempre de acordo com a lei judaica). A tendência se acelerou, com apenas um em cada 40 imigrantes da Rússia, em 2019, sendo judeus.

Mesmo entre os imigrantes de países ocidentais, os não-judeus compunham a maioria dos imigrantes recentes, com apenas 5.487 judeus imigrando dos Estados Unidos nos últimos oito anos, em comparação com 12.785 não-judeus.

Setenta e três por cento dos imigrantes na França durante o mesmo período, ou 20.825 pessoas, não eram judeus, em comparação com apenas 7.851 judeus, ou 27% dos imigrantes.

Uri Regev, chefe da Hiddush, repreendeu a Agência Judaica por esconder o fato de que a maioria dos imigrantes em Israel não é judia. “A Agência Judaica merece elogios por seu trabalho dedicado a incentivar a imigração e a absorção bem-sucedida de tantos imigrantes, com base em regras amplas da Lei do Retorno. No entanto, é difícil não criticar o fato de a Agência ter optado por esconder do público a situação real do povo judeu hoje, como também é mostrado pelas estatísticas de imigração”, disse.

A Agência Judaica respondeu aos dados publicados sobre o número de judeus fazendo Aliá entre 2012 e 2019 e rejeitou a alegação de que a maioria dos novos imigrantes não era judia.

2 thoughts on “Apenas 14% dos olim sao judeus

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: