As candidatas a “Melhores Aldeias de Turismo 2022”

Três localidades israelenses foram selecionadas como candidatas a “Melhores Aldeias de Turismo 2022” pela Organização de Turismo (OMT) da ONU.

A aldeia de Kfar Kama na Baixa Galileia, Neot Smadar no sul do Negev e Zippori, também na Galileia, foram selecionadas entre 17 potenciais candidatas.

Kfar Kama (não confundir com Kafr Kanna, uma cidade árabe na Galileia) é uma cidade circassiana localizada na Baixa Galileia do distrito norte de Israel. É uma das duas únicas cidades circassianas em Israel. Os moradores da cidade são descendentes dos exilados da tribo Shapsug, da Circássia.

Neot Smadar é um kibutz no sul de Israel, localizado no deserto de Arava.  É uma comunidade com edifícios arquitetonicamente únicos com torres de resfriamento passivas. O Centro de Arte abriga 14 oficinas de Vitral, cerâmica, têxtil, madeira e metais.

Zippori  ou Séforis, conhecida também como Diocesareia, foi, no tempo de Herodes, o Grande, uma importante cidade e o centro administrativo da Galileia. Após a morte de Herodes, a cidade foi centro da Rebelião na Galileia. Com o esmagamento da rebelião, a cidade foi praticamente destruída.

“Estou feliz com a escolha dessas três aldeias rurais. O turismo rural em Israel é uma parte significativa do turismo doméstico e receptivo”, disse o ministro do Turismo de Israel, Yoel Razvozov. “Esta é uma iniciativa internacional que posicionará o Estado de Israel e o local escolhido ao lado de locais turísticos de renome em todo o mundo”.

LEIA TAMBÉM

A competição da ONU, agora em seu segundo ano, visa promover e aprimorar o papel do turismo, bem como do desenvolvimento de aldeias rurais de até 15.000 habitantes.

O vencedor será anunciado por um conselho consultivo da OMT em outubro, enquanto o Ministério do Turismo de Israel prometeu que as aldeias colocadas de 4º a 8º receberão assistência na preparação dos materiais necessários para melhorar suas chances de ganhar a competição no próximo ano.

“Como resultado dessa competição, a vila turística que será selecionada para inclusão na lista se tornará uma atração para muitos turistas que vão injetar dinheiro na economia israelense, criar empregos principalmente na periferia e fornecer meios de subsistência para os cidadãos israelenses”, concluiu Razvozov.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Almog domínio público (Wikimedia Commons)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.