Construção de hotéis em Israel está crescendo

Apesar de quase dois anos de baixa ocupação, desde o início da pandemia de Covid, a construção de novos quartos de hotel está no seu ponto mais alto em cinco anos, relata a Associação de Avaliadores Imobiliários de Israel, em uma análise de dados do Escritório Central de Estatísticas.

Nos primeiros três trimestres de 2021, começou a construção de 148.000 metros quadrados de imóveis para hotéis. Este é um aumento substancial, não apenas em relação a 2020, quando houve apenas início de construção em 47.000 metros quadrados de espaço hoteleiro, mas também em anos anteriores, quando o turismo estava em alta. Desde 2017, não houve tantas aberturas de hotéis, e o número médio de aberturas de hotéis na última década foi de 103.000 metros quadrados por ano,

Tel Aviv e Jerusalém lideraram em termos de início de construção de hotéis em 2021. Em Tel Aviv, 75.000 metros quadrados de construção de hotéis começaram nos primeiros nove meses de 2021 e 30.000 metros quadrados em Jerusalém. Também começou a construção de 18.000 metros quadrados de espaço hoteleiro em Korazim, na margem norte do Kinneret, e 7.000 metros quadrados em Haifa. 4.000 metros quadrados foram iniciados em Ayelet Hashahar na Alta Galileia e 1.700 metros quadrados em Kiryat Shmona.

Em Eilat, apenas 423 metros quadrados de espaço hoteleiro foram iniciados em 2021, após o início da construção de 18.000 metros quadrados em 2020. Há planos para mais milhares de metros quadrados de quartos de hotel no complexo do Mar Vermelho.

LEIA TAMBÉM

O aumento da construção de hotéis responde a uma escassez histórica de quartos de hotel em Israel, embora a ocupação média nacional de hotéis tenha sido de apenas 38% em novembro de 2021, contra 70% em novembro de 2019. A maior ocupação hoteleira em Israel em novembro de 2021 foi em lugares dependentes do turismo doméstico, como Eilat (72%) e Mar Morto (68%). Mas nas áreas preferidas pelos turistas estrangeiros, a ocupação foi muito baixa: Nazaré, 13%, em comparação com 86% em novembro de 2019, Tel Aviv 41% em comparação com 81% em novembro de 2019 e Jerusalém 37% em comparação com 87% em novembro de 2019.

Israel foi visitado por um recorde de 4,55 milhões de turistas estrangeiros em 2019, informou o Ministério do Turismo. Este número caiu para 832.000 em 2020 depois que o país foi fechado para visitantes estrangeiros em março de 2020, no início da pandemia de Covid, e em 2021 vieram 324.000 turistas, sendo 107.000 no primeiro semestre do ano.

Fonte: NotiMundo
Foto: Marcia Cherman Sssson (Revista Bras.il)