Ator diz: “fui alimentado de mentiras sobre Israel”

O ator de Hollywood Seth Rogen, que ganhou fama no filme Knocked Up participou do podcast da ‘WTF’ com Marc Maron para promover seu novo filme An American Pickle. Já no inicio do bate-papo, Maron que também é judeu como Rogen, falou que aquela entrevista seria “a mais judaica conversa que dois judeus jamais tiveram neste programa”.

A conversa se voltou para o assunto de Israel e da diáspora judaica e o comediante Seth Rogen disse que a ideia de Israel é “antiquada” e que não faz sentido no mundo de hoje. O ator prosseguiu dizendo que foi “alimentado por uma enorme quantidade de mentiras sobre Israel” por seus pais. Rogen descreveu seus pais, que se conheceram no Kibutz Beit Alfa, no norte de Israel, como “socialistas judeus radicais”.

Quando perguntado se ele acredita que Israel tem o direito de existir, Rogen deu uma resposta vaga, aludindo ao fato de que ele não existe. “Para mim, isso parece um processo de pensamento antiquado”, disse Rogen. “Se é por razões religiosas, não concordo, por preservação, menos ainda”.

“Se é realmente para a preservação do povo judeu, não faz sentido, porque você não mantém algo que está tentando preservar em um só lugar – especialmente quando esse lugar é comprovadamente volátil”.

LEIA TAMBÉM

Maron, que frequentemente se refere à sua identidade judaica em sua comédia stand-up, alertou os ouvintes durante a entrevista que “vamos irritar um monte de judeus” quando a conversa se voltou para Israel. E acrescentou: “também acho que, como judeu, fui alimentado com uma enorme quantidade de mentiras sobre Israel a vida toda!”

Rogen apareceu no podcast para discutir seu próximo filme, “American Pickle”, cuja trama gira em torno de um imigrante judeu que cai em uma cuba de picles em Nova York em 1919 e acorda 100 anos depois.

Apesar das críticas de Rogen, o comediante disse que ainda havia aspectos do judaísmo que lhe proporcionavam algum conforto.

Rogen também agradeceu ao pai por ajudá-lo a entender o fanatismo histórico dirigido ao povo judeu.“Lembro-me de meu pai dizendo francamente: ‘As pessoas odeiam judeus. Apenas esteja ciente disso'”.

2 thoughts on “Ator diz: “fui alimentado de mentiras sobre Israel”

  • 31 de julho de 2020 em 11:49
    Permalink

    Mais um estupido e ignorante judeu que nao sabe nada sobre judeus, historia judaica 4e judaismo e se mete a dar entrevistas a respeito!!
    E como por exemplo se um brasileiro desse uma entrevista aos jornais para dizer que o Duque de caxias foi um traidor da patria brasileira…. Da-lhe ignorancia dele e dos que se metem a divulgar essas estupideses!!

    Resposta
  • 2 de agosto de 2020 em 03:49
    Permalink

    Causa-me espécie esta revista eletrônica perder tempo com um judeu desse tipo, que não acrescenta nada, exceto alimentar os anti-semitas de sempre. É muito fácil criticar Israel, o sionismo e o judaísmo no belo, rico e pacífico Canadá. Quem não conhece a sua história está condenada a repetí-la. Espero que este veículo se preocupe com notícias mais expressivas.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *