BRICS e Jerusalém

Os cinco países do Brics decidiram na última semana, em cúpula em Joanesburgo, na África do Sul, marcar posição com relação ao reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel pelos Estados Unidos.

Na declaração final do encontro, Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul disseram que o status da cidade deveria ser uma das últimas questões a se definirem da negociação entre israelenses e palestinos e pede um acordo para a criação de um Estado palestino independente, viável e territorialmente contínuo.

O texto prega ainda o reforço do papel da ONU na resolução de conflitos. “Enfatizamos a natureza indivisível da paz e segurança e reiteramos que nenhum país deve privilegiar a sua segurança em detrimento da segurança de outros”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *