Deputada do Meretz permanecerá na coalizão

A deputada pelo Meretz, Ghaida Rinawie Zoabi, encerrará seu protesto contra o governo e voltará a apoiar a coalizão, disse ela no domingo.

Rinawie Zoabi chegou a um acordo com o primeiro-ministro alternativo, Yair Lapid, para ajudar o setor árabe. Com seu voto, a coalizão ficará novamente em 60 parlamentares.

Zoabi disse que entende que a alternativa ao governo seria que o próximo ministro da Segurança Interna seria Itamar Ben-Gvir, do Partido Religioso Sionista, e que ela não queria deixar isso acontecer.

“Como quero trazer conquistas para atender às necessidades da sociedade árabe, apoiarei a coalizão”, disse Rinawie Zoabi. “Mas também quero que este governo seja verdadeiro e ouça a sociedade árabe e suas necessidades em saúde, educação, habitação e infraestrutura”.

Rinawie Zoabi levou consigo para a reunião com Lapid oito prefeitos árabes que articularam suas demandas. Eles pediram uma melhor fiscalização para implementar as alocações para o setor árabe que foram feitas no orçamento do ano passado e serão feitas no orçamento que será levado ao gabinete para aprovação no próximo mês.

O assessor do Ministério da Fazenda, Hamed Amar, participou da reunião.

LEIA TAMBÉM

🧿 19/05/2022 – Mais um sai da coalizão, colocando-a em minoria
🧿 08/05/2022 – Knesset volta amanhã em meio ao caos na coalizão
🧿 03/05/2022 – Silman pede a colegas que abandonem coalizão

“A reunião teve uma boa atmosfera e ficou claro que manter o governo e a coalizão é um interesse fundamental do público israelense, em geral, da sociedade árabe em particular”, disse posteriormente o ministro da Cooperação Regional, Esawi Frej, que também participou da reunião. “Faremos todo o possível para usar esta crise para fortalecer o compromisso do governo com o setor árabe antes da aprovação do próximo orçamento”.

O primeiro-ministro, Naftali Bennett, pediu à vacilante Rinawie Zoabi no domingo para agir de forma altruísta pelo bem do país.

Falando no início da reunião de gabinete de domingo, Bennett fez referência à sua ameaça de deixar a coalizão.

“Acho que se os parlamentares da esquerda acham que o governo é muito de direita e os da direita acham que o governo é muito de esquerda, aparentemente é um sinal de que o governo está em um bom lugar no meio. Um governo que faz coisas boas e deixa de lado as divisões ideológicas para cuidar de nossos cidadãos”, disse Bennett.

“Este é um governo de compromisso. Este é um bom governo para Israel e não vamos desistir dele”, disse ele.

“Para superar nossos desafios, devemos colocar o bem do país acima dos interesses de um setor restrito”, continuou Bennett. “Todos nós devemos entender que ninguém ficará 100% satisfeito. Isso é trabalho em equipe, não trabalho para nós mesmos”.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Wikimedia Commons (montagem)

3 thoughts on “Deputada do Meretz permanecerá na coalizão

Fechado para comentários.

%d blogueiros gostam disto: