EUA aprovam financiamento para o Iron Dome

Por esmagadora maioria, a Câmara dos Representantes dos Estados Unidos aprovou o financiamento para o Iron Dome.

A Câmara votou 420 a nove a favor do financiamento de US$ 1 bilhão para o sistema de defesa Iron Dome (Cúpula de Ferro) de Israel. O projeto agora segue para o Senado.

A votação aconteceu apenas dois dias depois que o financiamento foi retirado de um projeto de lei mais amplo. Na ocasião, alguns membros do Partido Democrata ameaçaram votar contra o projeto se a alocação de fundos para Israel não fosse removida.

Os nove legisladores que se opõem ao financiamento são: Rashida Tlaib, Ilhan Omar, Ayanna Pressley, Cori Bush, Andre Carson, Marie Newman, Jesus Garcia, Raul Grivalva e Tom Massie. Todos são democratas, exceto Massie, que é republicano.

Vários republicanos mudaram seus votos depois de votar contra o projeto inicial. Ocasio-Cortez, que junto com Tlaib, Omar, Pressley e Bush formam o chamado Esquadrão, inicialmente votou contra a legislação, mas mudou seu voto para no último minuto. Ela teria ficado visivelmente abalada depois de tomar sua decisão final.

LEIA TAMBÉM

“O Iron Dome é um sistema puramente defensivo projetado para proteger todos os civis que vivem em Israel”, declarou a presidente da Câmara, Nancy Pelosi, antes da votação de quinta-feira.

A deputada democrata Rashida Tlaib, que é palestina-americana, disse que Israel era um “estado de apartheid”, alegando que a casa deve discutir a proteção dos palestinos contra-ataques israelenses.

“O sistema foi co-desenvolvido pelos Estados Unidos e Israel e salvou milhares de vidas. A aprovação deste projeto de lei reflete uma grande unidade no Congresso em uma base bipartidária e bicameral para a segurança de Israel”.

“É muito importante ressaltar que, para os congressistas pró-palestinos, que embora a Cúpula de Ferro provavelmente salve centenas de vidas israelenses, ela salva milhares de palestinos”, afirmou o ex-embaixador israelense nos Estados Unidos, Michael Oren.

O primeiro-ministro Naftali Bennett disse que a votação foi uma “resposta retumbante” aos que desafiam o apoio dos Estados Unidos a Israel.

Fontes: World Israel News, The Times of Israel e Ynet
Foto: Ministério da Defesa(Iron Dome) e Wikipedia (Deputados)