IsraelNotícias

FDI divulgam vídeo do porão do Hospital Rantisi

O porta-voz das FDI, Daniel Hagari, apresentou ontem pela primeira vez evidências fotográficas das operações militares no Hospital Rantisi, mostrando o estoque de armas e acusando o grupo terrorista de usar instalações médicas como instrumento de guerra.

Nas operações, as tropas das FDI encontraram muitas armas no porão do hospital, incluindo cintos explosivos, granadas, armas e mísseis RPG.

Os militares israelenses revelaram o que disseram ser a prova de que o porão do hospital de Gaza foi usado pelo grupo terrorista Hamas para esconder armas e possivelmente manter reféns sequestrados em 7 de outubro, enquanto Israel tenta dissipar as críticas aos combates perto de hospitais que se acredita conterem terroristas.

“O Hamas se esconde em hospitais. Hoje, vamos expor isso ao mundo”, disse o porta-voz das FDI, contra-almirante Daniel Hagari, durante uma coletiva de imprensa.

Falando em inglês, Hagari apresentou provas que mostram armas do Hamas armazenadas debaixo do hospital infantil Rantisi em Gaza, bem como quartos aparentemente usados ​​para manter reféns. Uma sala decorada para parecer uma sala de estar tinha cortinas cobrindo uma parede de azulejos e um calendário de turnos de guarda começando em 7 de outubro, dia em que o Hamas enviou milhares de terroristas para Israel, onde massacraram cerca de 1.200 pessoas e fizeram cerca de 240 reféns.

Numa sala adjacente havia uma cadeira com um roupão de mulher e uma corda perto de uma das pernas, o que Hagari disse ser uma prova das restrições usadas.

LEIA TAMBÉM

A cadeira ficava embaixo de um equipamento doado pela Organização Mundial da Saúde, com uma mamadeira em cima e fraldas no chão.

“Isto é um crime de guerra, isto é um crime contra a humanidade”, disse Hagari, acusando organizações internacionais que financiam os hospitais de ajudarem o terrorismo.

Havia também uma motocicleta usada por um palestino para transportar reféns para Gaza, acusou Hagari, bem como o que pareciam ser banheiros improvisados, uma cozinha e canos de ventilação.

Israel continua investigando se reféns foram de fato mantidos no local, com equipes forenses enviadas para lá na segunda-feira, disse Hagari.

Entre as armas encontradas no porão do hospital estavam coletes-bomba, granadas, fuzis de assalto AK-47, dispositivos explosivos, RPGs e outras armas, de acordo com as FDI. Hagari descreveu a área como um centro de comando e controle do Hamas.

“O Hamas usa os hospitais como instrumento de guerra”, disse Hagari num vídeo gravado no porão do hospital, numa sala decorada com um colorido desenho infantil de uma árvore por cima das armas expostas no chão.

A conferência de imprensa ocorreu no momento em que as Forças de Defesa de Israel se aproximavam do Hospital Shifa, na cidade de Gaza, que, segundo Jerusalém, esconde o principal centro de operações do Hamas. O foco em Shifa e em outros hospitais aumentou a pressão sobre Israel para que faça mais para proteger os civis de Gaza apanhados no fogo cruzado.

“A nossa guerra é contra o Hamas, não contra o povo de Gaza. Especialmente os doentes, as mulheres ou as crianças”, disse Hagari. “Nossa guerra é contra o Hamas, que os utiliza como escudos humanos”.

Ele disse que Israel ajudou a evacuar o Hospital Rantisi, especializado no tratamento do câncer, bem como outros hospitais no norte de Gaza, que tem visto os combates mais intensos. Israel pediu aos civis para deixarem o norte de Gaza em direção à parte sul do enclave.

No fim de semana, as FDI divulgaram o áudio de uma ligação entre um oficial israelense e um funcionário do hospital, na qual eles recebem instruções para uma saída segura das instalações e são prometidas ambulâncias para evacuar os enfermos.

“Estamos tentando transferir os habitantes de Gaza para uma área segura no sul e revelar esses hospitais como máquinas terroristas”, disse Hagari na segunda-feira. “O mundo deveria saber disso. E o mundo não deve esquecer os crimes contra a humanidade cometidos contra Israel”.

Ele disse que alguns terroristas podem ter saído do hospital junto com os pacientes.

O esconderijo abaixo de Rantisi foi descoberto pela unidade de comando de elite Shayetet 13 da Marinha e pela 401ª Brigada Blindada, que invadiram o hospital enquanto lutavam contra membros do Hamas escondidos lá, disseram as FDI.

Perto do hospital, próximo a um prédio de apartamentos onde morava um alto comandante do Hamas, os soldados também encontraram uma entrada de túnel coberta por uma porta à prova de explosivos, embora Hagari não tenha dito se o túnel chegava ao hospital.

Há muito que Israel acusa o Hamas de usar hospitais para esconder infraestruturas militares, acusando o grupo terrorista de usar os pacientes como escudos humanos, forçando Israel a reduzir a sua ofensiva ou a arriscar mais vítimas civis.

“O Hamas opera sistematicamente a sua máquina terrorista sob os hospitais de Gaza”, disse Hagari.

O direito internacional confere aos hospitais proteções especiais durante a guerra. Mas os hospitais podem perder essas proteções se  ele for utilizado para esconder combatentes ou armazenar armas, segundo o Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

A Cruz Vermelha tentava, na segunda-feira, evacuar cerca de 6.000 pacientes, funcionários e pessoas deslocadas de outro hospital, Al-Quds, depois que este foi fechado por falta de combustível, mas a Cruz Vermelha disse que o seu comboio teve de regressar devido a bombardeios e combates. Na segunda-feira, Israel divulgou um vídeo mostrando um terrorista com um lançador de granadas propelido por foguete entrando no hospital Al-Quds. Um tanque israelense estava estacionado nas proximidades.

Hagari disse que correspondentes estrangeiros acompanhando o exército em Gaza foram alvejados na segunda-feira quando deixavam a área.

Fonte: Revista Bras.il a partir de The Times of Israel
Foto: FDI

One thought on “FDI divulgam vídeo do porão do Hospital Rantisi

  • Maria Nazinha Assunção da Silva

    Fico sufocada só de ler sobre esses túneis,pesso ao Eterno que dê cada dia mais 💪 forças a esses mais que guerreiros valentes destemidos resilientes homens de 🇮🇱🩵🤍💚💛🇧🇷💪🤝👊🤜🤛

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para o conteúdo