Filme israelense ganha três prêmios em festival nos EUA

O filme israelense “Ásia”, de Ruthy Pribar, ganhou três prêmios no Tribeca Film Festival. O Prêmio Nora Ephron, criado para homenagear o espírito e a visão da falecida cineasta e escritora foi outorgado à diretora; o prêmio de melhor atriz em filme internacional foi para Shira Haas (de Nada Ortodoxa); e a melhor cinematografia em filme internacional para Daniella Nowitz.

Devido à pandemia de coronavírus, os membros do júri assistiram aos filmes eletronicamente e votaram nos vencedores.

“Temos a sorte de que a tecnologia permitiu que nosso júri se reunisse este ano para homenagear nossos cineastas”, disse Jane Rosenthal, co-fundadora e CEO do Tribeca Film Festival, em comunicado. “Apesar de não podermos estar juntos fisicamente, ainda conseguimos apoiar nossos artistas.”

A diretora do festival, Cara Cusumano, acrescentou: “O júri optou por reconhecer um grupo ousado, inovador, divertido e diversificado de filmes e cineastas, e o festival tem o prazer de homenagear todos eles com a nossa primeira cerimônia de premiação virtual.”

O filme polonês “The Hater”, do diretor Jan Komasa, foi selecionado como o melhor longa-metragem.

O Melhor Documentário foi para “Meias em Chamas”, de Bo McGuire.

O Festival de Cinema de Tribeca foi criado em 2002 por Jane Rosenthal, Robert De Niro e Craig Hatkoff em homenagem às vítimas dos ataques de 11 de setembro de 2001 ao World Trade Center e à perda de vidas no bairro de TriBeCa, em Manhattan.

2 thoughts on “Filme israelense ganha três prêmios em festival nos EUA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *