Governo de Bennett ganha mais uma semana

A coalizão de governo do primeiro-ministro Naftali Bennett não será derrubada nesta semana, apesar da crescente pressão política, disseram líderes da coalizão e da oposição no domingo.

A coalizão pretendia levar o controverso projeto de lei de emergência da Judeia e Samaria para votação na segunda-feira. O Likud espera levar uma proposta para dissolver a Knesset para votação na quarta-feira.

Mas, ambos os projetos serão adiados para a próxima semana, pouco antes do prazo de 30 de junho para aprovar o projeto de lei de emergência ou dissolver a Knesset e receber automaticamente uma prorrogação.

“Até agora, não parece que o governo vai cair esta semana”, disse uma fonte próxima a Bennett na noite de domingo.

Nir Orbach, do Yamina, não disse nada publicamente desde a última segunda-feira. Mas ele conversou com líderes dos partidos da coalizão e com os enviados do líder da oposição Benjamin Netanyahu, que tentaram pressioná-lo para direções opostas.

A ministra do Interior, Ayelet Shaked, se encontrou com Orbach no domingo e não falou com a imprensa depois. Orbach também se encontrou no domingo com o líder do Judaísmo da Torá Unida, Moshe Gafni, e disse a ele que preferia formar um novo governo na atual Knesset a ir às eleições. Ele não se comprometeu a votar a favor de dissolver a Knesset.

LEIA TAMBÉM

O Likud precisaria do voto de Orbach para dissolver a Knesset e iniciar um processo de eleição que seria realizada já em 25 de outubro.

Bennett escreveu uma mensagem otimista para seus apoiadores no Twitter na noite de sábado, após uma manifestação a favor de seu governo em Tel Aviv.

“Nós não estamos quebrando”, escreveu ele. “Nós não estamos concedendo nosso país”.

Netanyahu zombou da manifestação e retweetou uma reportagem do Canal 14 de que a maioria dos manifestantes era de esquerda.

Michael Biton, do Azul e Branco disse que decidiria na tarde desta segunda-feira se continuaria boicotando a votação na Knesset após uma reunião no domingo com a ministra dos Transportes Merav Michaeli. Esforços foram feitos no domingo para acabar com a rebelião de Biton, que protesta contra o plano de reforma do transporte público do governo.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: James Emery from Douglasville, United States, CC BY 2.0 (Wikimedia Commons)

2 thoughts on “Governo de Bennett ganha mais uma semana

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: