Israel descarta estar à beira de uma sexta onda

O Ministério da Saúde de Israel descartou que o país esteja à beira de uma sexta onda de coronavírus.

As autoridades acreditam que o número de casos continuará aumentando, assim como a taxa de reprodução de infecções, que chegou a 0,91. Elas também acreditam que as festividades do feriado judaico de Purim, que ocorre nestes dias, será um fator de aumento de infecções.

No entanto, funcionários do Ministério da Saúde sustentam que, no momento, há imunidade na sociedade graças ao alto número de pessoas que passaram pela doença no passado e o número de vacinados, o que evitará um grande surto.

Segundo os pesquisadores, nos últimos meses cerca de metade da população (cerca de quatro milhões) contraiu o vírus. Segundo estimativas, quem ainda não possui algum tipo de imunidade será infectado.

LEIA TAMBÉM

Nas próximas duas semanas, o Ministério da Saúde terá de decidir se recomenda a renovação das restrições para o uso de máscaras em locais fechados, uma vez que se espera que a regulamentação deverá deixar de vigorar a partir de 1º de abril.

Nas últimas 24 horas, 5.583 casos de Covid-19 foram detectados em Israel. Há apenas 306 casos graves. A taxa de positividade é de 9,66%.

Fonte: Iton Gadol
Foto: FDI (Flickr)

One thought on “Israel descarta estar à beira de uma sexta onda

Fechado para comentários.