Multas altas para quem desrespeitar o bloqueio

Pessoas flagradas a mais de 500 metros de suas casas sem um motivo legítimo receberão uma multa automática de NIS 500 (US$ 145) e serão escoltadas na direção de suas casas. Se forem apanhados novamente, eles receberão multas mais altas.

O bloqueio entrará em vigor às 14h de sexta-feira, horas antes do início do Rosh Hashaná e deve terminar no feriado de Simchat Torá, em 9 de outubro.

O transporte público será reduzido em 50 por cento do serviço regular, com ônibus e trens funcionando das 5h às 22h, e sem serviço intermunicipal às sextas-feiras ou sábados.

A polícia deve montar centenas de pontos de controle e impor multas altas durante o bloqueio, mas apesar disso, o coordenador do coronavírus Ronni Gamzu não está convencido da necessidade de um limite de 500 metros para a movimentação das pessoas e pedirá aos ministros que o revoguem em favor da aplicação da lei concentrando-se na prevenção de viagens entre cidades.

LEIA TAMBÉM

O diretor-geral do Ministério da Saúde, Chezy Levy, disse que o governo poderia aliviar o bloqueio nacional quando as infecções diárias caíssem para 1.000 por dia, mas admitiu que os critérios finais ainda não foram definidos.

“Se observarmos uma queda para 1.000 pacientes e um comportamento adequado [do público], e uma tendência de queda na morbidade e, ao mesmo tempo, estabilização do sistema hospitalar, será um sinal positivo a considerar a saída do bloqueio”, disse ele.

One thought on “Multas altas para quem desrespeitar o bloqueio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *