Netanyahu anuncia novas medidas para conter o vírus

Em pronunciamento na noite deste sábado, 14 de março, o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu anunciou as seguintes medidas que que devem ser observadas a partir de amanhã, dia 15 de março, visando conter a propagação do Covid-19:

– Todos os lugares de entretenimento, incluindo teatros, cinemas, restaurantes, cafés, academias de ginástica etc, devem permanecer fechados

– Jardins de infância, creches, escolas, universidades não funcionarão

– Reuniões e eventos que estavam limitadas a 100 pessoas devem se restringir, agora, a no máximo 10 pessoas

– As empresas devem dar preferência a trabalhos de casa

– Haverá restrições e limites para o transporte público, ainda sem uma decisão.

– De modo geral, quem puder, deve evitar sair de casa.

– As recomendações de manter distância de dois metros entre as pessoas e não apertarem as mãos se aplicam na rua, no trabalho e também em casa.

Foram realizadas diversas reuniões para formular as diretrizes finais para as próximas semanas. As discussões do último dia incluíram debates acalorados e uma decisão sobre as etapas finais ainda não foi alcançada. As limitações até agora significam danos a economia na ordem de dois bilhões de shekalim por semana.

Pouco antes do anúncio de Netanyahu, o Ministério da Saúde anunciou que o número de israelenses infectados aumentou para 193 pessoas.

O PM também chamou Benny Gantz do Kachol Lavan (Azul e Branco) e Amir Peretz do Avodá (Trabalhista) para se juntarem a ele num governo de emergência. “Precisamos estabilizar o Estado de Israel com um governo nacional de emergência” enfatizou Netanyahu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *