Noiva durante o Corona, e agora?

Por Renata Fleischman 

Você noivou durante o Corona em Israel? Primeiramente Mazal Tov! Agora, como você se planeja durante essa “movuca”? O lado positivo e óbvio de se casar durante o Corona é a redução dos gastos. Um fotógrafo em Israel pode chegar a custar apenas 2 mil shekels para um “casamento corona” por outro lado, o número de convidados é bem restrito e a parte da dança também.

Vamos falar de preparação, resolver a data realmente pode ser a questão mais difícil, além da questão do Covid um outro motivo é porque você não poder realizar seu casamento durante as comemorações judaicas. Eu e meu futuro marido optamos por tentar esperar um pouco mais, tendo fé que a vacina vai chegar e que não precisaremos aplicar todas as restrições no nosso casamento.

Quando o noivo e a noiva são olim chadashim, o desafio se torna ainda um pouco maior. Atualmente a família dos noivos terão que entrar em um período de 12 dias de bidud1, o que significa que 12 dias da estadia da sua família em Israel terá que ser somente para ficar em um quarto esperando pelo casamento, e dependendo do país de onde vem a família, ao regressar, terão que entrar de bidud novamente.

Vamos ao passo a passo de como planejar o seu dia de princesa:

1. Resolver a data: Com uma data em mente você pode começar a fazer diferentes planos para o grande dia. Toda mulher sonha com o seu dia, e de fato todas querem a maior simchá2. Queremos poder dar brachot3 aos convidados após o banho na mikveh4, que é realizado um dia antes do casamento judaico. É valido lembrar de marcar o banho.

2. Abrir sua “pasta burocrática”: Em Israel não existe casamento civil. É feito o casamento no religioso e sua burocracia junto. Os documentos devem ser levados a algum órgão que arruma essa burocracia. No meu caso, optamos pela Rabanut, porém existem outros como o tzohar, por exemplo.

3. Pesquisar quem será sua Morá Calá: Se você é religiosa você provavelmente vai querer uma Morá de confiança a qual poderá perguntar tudo sobre Taharat Hamishpacha (purificação do lar). Mesmo se você não for religiosa é necessário entregar uma carta que você realizou as aulas da noiva para entregar junto com sua documentação.

4. Decidir quem será o Rabino, quem dará as brachot na chupá e as testemunhas: Normalmente quem escolhe o rabino é o noivo, se tem um rabino em comum isso é ótimo. Lembrar que é bom ter um Rabino que também fale português, se não for o caso é possível colocar um condutor de cerimônia que fale português e os convidados poderão entender o passo a passo da cerimônia. Com relação as brachot a primeira é o rabino (hagafen) e as seis demais você deve escolher as pessoas que darão. São duas as testemunhas.

5. Contatar os prestadores de serviço: Cabelereira, fotógrafo, banda, e tudo que um casamento exige. Começar a pedir ofertas de preços, anotar tudo e fazer as comparações. Se não tiver tempo de fazer essa pesquisa em Israel também existem as planejadoras de casamento, você informa a elas o seu budget, quanto quer gastar no total, e elas encaixam os prestadores de serviço nesse preço. Obviamente elas também cobram uma certa porcentagem por fazer este trabalho.

6. Escolher o local: Com o Corona este fator se torna um pouco complicado, muitos salões abrem e fecham por conta disso. Tem gente que está optando em fazer em locais privados como casas grandes ou em locais públicos como parques abertos. A dica que eu dou é pelo menos escolher a cidade, se vão casar perto da casa de vocês ou não, aonde vão depois do casamento, tudo isso deve ser planejado.

7. A escolha do vestido: Dê uma olhada no Instagram dos fornecedores de vestido em Israel, salve fotos de vestidos que você gosta, vá a estúdios que você acredita que pode achar o seu vestido ideal e evite ir a estúdios de vestidos com um estilo que você não curte. Desse jeito é possível salvar tempo para escolha do vestido ideal. Em Israel também existem os gmachim em que o aluguel é mais barato, agora com o Corona, muitos estúdios estão com promoção.

São essas as dicas de princesa para princesa, lembre-se de curtir o processo com um Lechaim entre amigos.  Mazal tov!

1 confinamento
2 alegria
3 bênçãos
4 banho de purificação

One thought on “Noiva durante o Corona, e agora?

Fechado para comentários.