Número de universitários árabes dobrou em 10 anos

O número de estudantes universitários árabes dobrou em Israel na última década, saltando de 24.000 em 2008 para 51.000 neste ano, segundo dados publicados pelo Conselho Superior de Educação de Israel, no início do novo ano acadêmico.

O número de estudantes árabes constitui 18% do número total de estudantes universitários em Israel, que este ano é de 313.000.

Dos 51.000 estudantes universitários árabes em Israel este ano, 61% são mulheres. No entanto, esse número não inclui estudantes universitários árabes palestinos dos territórios de 1948, entre os quais cerca de 10.000 estão estudando na Jordânia e 9.000 nas universidades palestinas.

O número de estudantes árabes que cursam o mestrado aumentou de 2.855 estudantes, representando 4% do número total de estudantes em Israel em 2008, para 9.274 estudantes no ano passado, representando 14%.

Enquanto isso, a taxa de abandono escolar entre os árabes ainda é maior que a dos judeus, já que os estudantes árabes têm dificuldade em se integrar, aprender hebraico ou até ingressar nas escolas por questões financeiras, de acordo com um estudo realizado pelo Ministério das Finanças de Israel. Consequentemente, 14% dos homens e 6% das mulheres abandonam a escola e não terminam os estudos.

A proporção de graduados árabes do ensino médio subiu de 47% para 64% em 10 anos, mas ainda está longe dos 80% de graduados judeus.

One thought on “Número de universitários árabes dobrou em 10 anos

Fechado para comentários.