O verão chegou e as águas-vivas também

Um cardume de águas-vivas, de centenas de quilômetros de extensão, está se aproximando do litoral israelense, preparando para causar estragos em banhistas e surfistas que apreciam as águas frias do Mediterrâneo e escapam do calor do sol quente do Oriente Médio.

Segundo especialistas, os banhistas não precisam temer por suas vidas. “Não há necessidade ou motivo para entrar em pânico”, disse Dor Adelist, ecologista marinho da Charney School of Maritime Studies da Universidade de Haifa. “É importante dizer que a ciência não sabe de uma única morte causada por uma picada de medusa no Mar Mediterrâneo”.

Os visitantes da costa podem acompanhar a presença da água-viva no site meduzot.co.il (somente em hebraico), que é a palavra hebraica para água-viva.

Embora ser picado por essas criaturas não seja nada divertido, a água-viva tem um papel na ecologia marinha, explicou Adelist. “Eles limpam o mar, servem como alimento para uma grande variedade de criaturas marinhas como tartarugas marinhas e peixes – e o ser humano também pode usá-los como cosméticos ou produtos farmacêuticos”.

Em Israel as pessoas já estão trabalhando no desenvolvimento inovador de uso de seu líquido para limpar resíduos de microplásticos, por exemplo, em estações de tratamento de águas residuais.

Se for queimado por uma água-viva, use água do mar, e não água fresca, para limpar a área afetada.

Coloque vinagre na queimadura: o melhor produto para diminuir o efeito do veneno na pele e atenuar a dor. Qualquer tipo de vinagre serve. Puro, sem diluir em água. Faça compressas por uns 30 minutos.

Não adianta colocar xixi na queimadura. O efeito ácido não é suficiente para atenuar o veneno nem para diminuir a dor. É mito.

Mais uma dica: água-viva que está na areia também pode queimar. Por isso, evite manipular águas-vivas que aparentemente estão “mortas” na areia. A orientação é para enterrá-las, pois alguma pessoa pode inadvertidamente pisar e se queimar.

Aproveite as férias, sem riscos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *