ONG israelense já salvou 5000 crianças

A ONG israelense Save A Child’s Heart anunciou no final da semana passada que atingiu os 5.000 pacientes que receberam tratamento médico através da organização.

O paciente 5.000 da ONG também tem uma história muito especial. A garota, chamada Fatma, é originalmente de Zanzibar. Sua mãe, Balkis, recebeu tratamento graças à mesma organização há 20 anos.

Três meses atrás, a ex-paciente Balkis chegou à clínica anual da ONG israelense em Zanzibar com sua filha de apenas um ano. A menina, Fatma, foi examinada e diagnosticada exatamente com o mesmo problema cardíaco que sua mãe teve há 20 anos e os médicos decidiram que ela viajaria para Israel para ser tratada.

Na semana passada, Fatma chegou com 12 crianças, 8 mães e 2 enfermeiras de Zanzibar para Israel. A menina foi operada em um hospital israelense e atualmente está se recuperando para poder viajar de volta ao seu país. Sua recuperação está acontecendo na casa de Save A Child’s Heart em Israel, onde agora existem mais de 30 crianças que vieram de lugares como Tanzânia, Etiópia, Zâmbia, Quênia, Uganda, Iraque, Gaza e Cisjordânia.

“Como Fatma, acreditamos que todas as crianças que sofrem de doenças cardíacas merecem uma segunda chance na vida”, disse a organização em um comunicado.
milagre possível.”