Organização tira animais do “pior zoológico do mundo”

O grupo internacional de defesa de animas Four Paws retirou dezenas de animais de “condições terríveis” em um zoológico da Faixa de Gaza e levou para um santuário de vida selvagem na Jordânia, e para um refúgio para grandes felinos na África do Sul. No início deste ano, quatro filhotes de leão morreram no zoológico, inaugurado em 1999.

Segundo a Organização Four Paws, 47 animais, incluindo leões, macacos, pavões e porcos-espinhos, foram retirados do zoológico de Rafah, perto da fronteira com o Egito. Eles foram sedados para a viagem de 300 quilômetros para Israel, que deu permissão para a transferência. Apenas os pássaros foram deixados para trás no zoológico pelo grupo.

Grupos de defesa dos direitos dos animais condenaram veementemente a proprietária do zoológico, Fathy Jomaa, pelo tratamento dos animais. Essa é a quarta e maior missão de resgate em Gaza feita pela organização sediada em Viena. Em 2016, os últimos animais foram evacuados do que havia sido apelidado na época de “o pior zoológico do mundo” em Khan Younis, também no sul de Gaza.

Alguns animais morreram de frio e fome em zoológicos improvisados, pois os tratadores não forneceram os devidos cuidados. O zoológico de Rafah ganhou as manchetes em fevereiro deste ano por causa de uma denúncia do Four Paws sobre o sofrimento dos animais. Uma leoa teve suas garras removidas com tesouras de jardinagem para que os visitantes pudessem brincar com ela.

Outro desafio logístico aguardava a equipe Four Paws na passagem da fronteira para Israel. Como os veículos precisavam ser trocados, todas as caixas foram descarregadas e colocadas em um novo caminhão na barreira entre Israel e Gaza. Ladeado pelo exército israelense, a jornada para a fronteira jordaniana continuou. No final da tarde, a Four Paws chegou com os animais em seu novo lar, a cerca de uma hora de distância de Amã. A Four Paws já evacuou e fechou dois zoológicos na região – o Zoológico Al-Bisan e o Zoológico Khan Younis. Após o resgate dos animais do zoológico de Rafah, restam ainda mais dois zoológicos na Faixa de Gaza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *