Passageiros fogem no caminho para hotel de quarentena

Alguns passageiros que desembarcaram na terça-feira no Aeroporto Ben Gurion e foram encaminhados para isolamento em um hotel em Jerusalém fugiram quando o motorista parou.

Um dos passageiros conta que o motorista do ônibus parou a dezenas de metros do Grand Court Hotel, para o qual foram encaminhados e, ao abrir as portas, os passageiros fugiram. De acordo com um funcionário do hotel, dos 21 passageiros encaminhados, chegaram 12. Segundo a polícia 13 pessoas foram multadas.

O Aeroporto Ben Gurion ainda está fechado e, para entrar e sair de Israel, o passageiro deve ter uma autorização do Comitê de Exceções.

De acordo com outro passageiro, vencer “o processo é uma tarefa impossível. Somos totalmente elegíveis de acordo com todos os critérios, e ainda tivemos que implorar.” Ele disse que antes do voo foram verificadas as aprovações do Comitê de Exceções, foi feita uma checagem do teste negativo de corona das últimas 72 horas e foi assinado um formulário de compromisso de hospedagem em hotel.

LEIA TAMBÉM

Segundo um passageiro, no ônibus que se dirigia ao Grand Court Hotel para isolamento, estavam os passageiros e o motorista. Ele conta que o motorista não sabia o caminho e os passageiros disseram a ele para parar longe do hotel. “Cerca de 5 pessoas simplesmente pegaram as malas e fugiram. Ninguém os perseguiu”.

Um funcionário de um hotel próximo que viu o incidente também disse que, assim que o motorista abriu as portas, alguns dos passageiros fugiram.

O mesmo funcionário explicou que os isolados costumam deixar o hotel e receber uma multa. “Ainda hoje, alguém saiu, e eles recebem uma multa de dez mil shekalim. Se o pegarem de novo, eles recebem outra multa.”

Foto: Tomer Neuberg (Flash90)

https://news.walla.co.il/item/3418562

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *