Irresistivelmente bonito e morando em Israel

A beleza dos emiratenses já esteve em manchetes das principais revistas de fofoca ao redor do mundo.

Em 2013, a  imprensa noticiou que o modelo emiratense Omar Borkan Al Gala foi deportado da Arábia Saudita por ser extremamente bonito.

A mídia internacional fez estardalhaço com a história de que Borkan e outros três amigos, que na época moravam nos Emirados Árabes e visitavam a Arábia Saudita, haviam sido convidados a deixar aquele país por causa da “beleza excessiva”.

De acordo com essa versão da polêmica, os jovens participavam do festival de cultura anual Jenadrivah & Heritage em Riade quando os membros da polícia religiosa da Arábia Saudita entraram no pavilhão e os retiraram à força de lá por serem considerados “irresistíveis” para as mulheres.

LEIA TAMBÉM

O caso, no entanto, seria um tanto quanto diferente. Ele contou que foi reconhecido por seus trabalhos como modelo por algumas meninas, que se aproximaram para fazer fotos e pedir autógrafos. Porém, outras fãs se aproximaram até formar uma multidão em volta dele.

“A cena foi ficando cada vez maior. Então, a polícia religiosa não gostou. Eles vieram e me pediram gentilmente para deixar o festival. Me pediram para sair do festival, não do país”, afirmou Borkan. A Comissão para a Promoção da Virtude e Prevenção de Vícios da Arábia Saudita impõe regras estritas que limitam a interação entre homens e mulheres que não sejam parentes.

A polêmica, no entanto, se espalhou rapidamente na imprensa. Em apenas 48 horas, a página do modelo ultrapassou 800 mil curtidas. Hoje, ele conta com mais de dois milhões de seguidores.

Agora um novo emiratense extremamente bonito surgiu e, pelo menos em Israel, ele é muito bem-vindo. Muhammad Mahmoud Al Khajah não é só bem-vindo por ser bonito, mas por ser o primeiro embaixador dos Emirados Árabes Unidos em Israel.

Muhammad Mahmoud Al Khajah tem 40 anos, é casado e  tem 4 filhos. É bacharel em ciências políticas pela Northeastern University em Boston e tem mestrado em gestão de energia pela University of Vienna School of Economics and Business. Al-Hajah é fã de motociclismo, futebol, esqui aquático, corrida e ciclismo.