Passageiros recuperados não terão que apresentar PCR

O Comitê Interministerial de Exceções decidiu por unanimidade, na noite passada, aprovar a isenção de teste para o passageiro que apresentar à companhia aérea no exterior, antes de embarcar para Israel, um certificado de teste PCR que tenha resultado positivo e indique que ele esteve doente de Corona pelo período definido a seguir:

– Recuperações ocorridas em Israel nos últimos três meses antes do voo.
– A data do teste (amostragem para o teste) não deve ser inferior a 11 dias antes do voo e não deve exceder três meses.
– A apresentação do resultado do teste será feita além do preenchimento de uma declaração de entrada do passageiro, conforme necessário.
– Uma pessoa que adoeceu e se recuperou em Israel, e tem em sua posse um certificado de recuperação do Estado de Israel (que não é baseado em um exame sorológico), irá apresentá-lo desde que três meses não tenham passado da data de seu recebimento.
– A apresentação de resultados de teste diferentes de PCR não concede isenção de testes pré-voo.

Até o momento, os recuperados que chegavam a Israel deviam apresentar um formulário ao Comitê de Exceções com antecedência, a fim de serem isentos de um teste de PCR. Agora, com a decisão da comissão, não será mais necessário enviar pedidos individuais de isenção antes do voo para Israel.

De acordo com a decisão da comissão constituída pelos representantes do Ministério da Saúde, do Ministério das Relações Exteriores e da Autoridade de População, ela entrará em vigor imediatamente.

LEIA TAMBÉM

Os ministérios do governo declararam que “esta decisão foi levada ao conhecimento das companhias aéreas para que elas agissem imediatamente de acordo com a decisão do Comitê de Exceções”.

Fonte: Ynet
Foto: Canva

One thought on “Passageiros recuperados não terão que apresentar PCR

Fechado para comentários.