Passaporte Verde volta em uma semana

O Gabinete do Coronavirus de Israel votou, nesta quinta-feira, para reimpor o sistema do passaporte verde, limitando a entrada em alguns locais públicos para os vacinados e recuperados.

O primeiro-ministro Naftali Bennett convocou o Gabinete Coronavirus, depois que a reunião foi adiada por vários dias, após um apelo do Ministério da Saúde para trazer de volta o sistema do passaporte verde na esperança de conter a propagação do coronavírus.

Durante a reunião, Bennett expôs a estratégia do governo para combater a variante indiana, ou Delta, do vírus, concentrando-se nos esforços renovados de vacinação em massa, o uso de máscaras e medidas destinadas a proteger as populações vulneráveis.

O sistema de passaporte verde entrará em vigor na próxima quinta-feira e limitará a entrada a qualquer evento com mais de 100 participantes. Os cidadãos com mais de 12 anos terão que apresentar cartões de vacinação válidos, certificados de recuperação ou testes COVID recentes negativos.

LEIA TAMBÉM

Além disso, limites de entrada também serão impostos em eventos esportivos e culturais, academias, restaurantes e refeitórios, congressos, sinagogas e outros locais de culto e atrações turísticas.

O Gabinete do Coronavírus também votou pela remoção do subsídio para testes de coronavírus para pessoas que não foram vacinadas, exigindo que paguem por quaisquer testes que fizerem.

Fonte: Arutz Sheva
Foto: Canva

One thought on “Passaporte Verde volta em uma semana

Fechado para comentários.