Pfizer interrompe o envio de vacinas para Israel

O diretor do Ministério da Saúde, Prof. Chezi Levy, confirmou na manhã deste domingo que a gigante farmacêutica Pfizer interrompeu a entrega de vacinas contra o coronavírus para Israel.

De acordo com o Prof. Levy, espera-se que a Pfizer retome o fornecimento somente depois que o governo convocar e aprovar os novos acordos de compra de vacinas.

A reunião de gabinete em que o acordo para a compra de vacinas da Pfizer deveria ter sido aprovado não foi convocada devido à oposição do Partido Azul e Branco e seu líder, o Ministro da Defesa Benny Gantz.

O Partido Azul e Branco condicionou a reunião à aprovação da nomeação permanente de Gantz como ministro da justiça, nomeação a que o Likud se opõe, depois que o mandato de Gantz como ministro interino da justiça expirou na semana passada, e o ministério, assim como outros, ficou sem um ministro em exercício.

LEIA TAMBÉM

O Likud rejeitou a exigência do procurador-geral de fazer as nomeações permanentes para ministérios, argumentando que, após as recentes eleições, não há razão para nomear ministros permanentes que provavelmente serão substituídos em breve, quando o próximo governo for formado.

Fonte: Arutz Sheva

Foto: U.S. Secretary of Defense (Wikimedia Commons)

3 thoughts on “Pfizer interrompe o envio de vacinas para Israel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *