Polícia israelense lança a Operação “Lei e Ordem”

Após os muitos incidentes violentos nas últimas duas semanas, a Polícia de Israel, em cooperação com o Ministro da Segurança Interna, Amir Ohana , decidiu iniciar a Operação Lei e Ordem na noite de domingo.

Na Operação, segundo a polícia, “policiais e guardas de fronteira e reservistas vão atuar com grande intensidade e de forma ampla contra os desordeiros, os criminosos e todos os que estiveram envolvidos nos acontecimentos, a fim de levá-los à justiça”.

Essa é uma continuação da atividade policial durante os distúrbios, quando mais de 1.550 prisões foram feitas e cerca de 150 processos abertos.

A polícia afirma que o objetivo da operação é “processar os envolvidos nos fatos e nos crimes graves e contra a nação, porte e tráfico de armas, incêndio criminoso, danos a propriedade, participação em  organizações criminosas e delitos econômicos”.

LEIA TAMBÉM

A operação está planejada em todo o país e envolverá milhares de policiais dos distritos e unidades da Polícia de Israel e da Polícia de Fronteira, companhias de reservistas, unidades especiais e uma combinação de todas as capacidades operacionais e tecnológicas existentes.

Alguns dos objetivos definidos são o restabelecimento da ordem e aumento da governança em determinados locais no Estado de Israel, juntamente com a manutenção da segurança pessoal dos cidadãos de Israel.

“Os infratores precisam saber que o longo braço da polícia alcançará qualquer pessoa que escolher o caminho da violência”.

Fonte: Kipa
Foto: Yossi Aloni / Flash90