Pompeo nas Colinas do Golan: “Isto é Israel”

Pompeo tornou-se hoje o primeiro secretário de Estado dos EUA a visitar as Colinas do Golan e o também primeiro a visitar uma colônia na Cisjordânia.

Ele percorreu partes do Golan na fronteira de Israel com a Síria, a bordo de um helicóptero Blackhawk, junto com o ministro das Relações Exteriores de Israel, Gabi Ashkenazi.

Pompeo destacou a “centralidade” da decisão de Donald Trump de reconhecer a soberania israelense na área no ano passado. “Isso é parte de Israel e parte central de Israel”, enfatizou.

Além disso, criticou “os europeus e as instituições de elite nos Estados Unidos” que querem que Israel devolva o Golan à Síria, uma área que o Estado judeu anexou após a Guerra dos Seis Dias de 1967.

“Imagine o presidente sírio Bashar Assad no controle deste lugar, o risco de dano ao Ocidente e a Israel”, disse Pompeo.

Por sua vez, Ashkenazi elogiou o Secretário por reconhecer “a importância estratégica das Colinas de Golan” e disse que, porque Pompeo já atuou como chefe da Agência Central de Inteligência, “ele conhece os fatos, mas insistiu em vir, para ver em primeira mão”.

Enquanto estava no Golan, Pompeo recebeu uma instrução militar e se encontrou com Avigdor Kahalani, um famoso comandante de tanque que lutou neste local na Guerra do Yom Kippur em 1973.

A visita de Pompeo aconteceu dias depois que engenheiros militares descobriram e desarmaram explosivos em território israelense ao longo da fronteira, provocando ataques retaliatórios das Forças de Defesa de Israel contra alvos ligados à Guarda Revolucionária Islâmica, ao Irã e ao exército sírio em torno de Damasco.

Na sexta-feira Pompeo visitou a vinícola Psagot, na região da Judeia e Samaria e comentou em sua conta no Twitter: “Almoçamos hoje na cênica Psagot Winery. Infelizmente, a Psagot e outras empresas têm sido alvo de esforços perniciosos de rotulagem da UE que facilitam o boicote a empresas israelenses. Os EUA estão com Israel e não irão tolerar qualquer forma de deslegitimação”.

Foto: Reprodução Twitter (Secretary Pompeo)

One thought on “Pompeo nas Colinas do Golan: “Isto é Israel”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *