Prefeitos americanos se unem contra antissemitismo

Cerca de 500 prefeitos dos Estados Unidos aderiram a um esforço nacional conjunto com uma importante organização judaica dos Estados Unidos para combater o antissemitismo.

A iniciativa Mayors United Against Antisemitism (Prefeitos Unidos contra o Antissemitismo), liderada pelo Comitê Judaico Americano (AJC) e pela Conferência de Prefeitos dos Estados Unidos (USCM), pede a condenação do antissemitismo, o apoio aos esforços nacionais, estaduais e locais para combater o antissemitismo, a rejeição da alegação de que Israel é a razão dos atos antissemitas, o reconhecimento da necessidade de vigilância contra o antissemitismo e crimes de ódio e a afirmação de um clima de compreensão e respeito mútuos.

“Em um mundo de comunicações globais, onde as ideias antissemitas se espalham rapidamente, uma resposta combinada e com princípios é necessária para aumentar a conscientização, educar e garantir que a decência prevaleça”, disse a Mayors United Against Antisemitism em um comunicado. “Como prefeitos e líderes municipais, temos a responsabilidade única de falar contra a crescente ameaça do antissemitismo”.

Entre os prefeitos que assinaram estão Bill de Blasio da cidade de Nova York, Eric Garcetti de Los Angeles, Lori E. Lightfoot de Chicago, Muriel Bowser do Distrito de Columbia e Francis X. Suarez de Miami.

LEIA TAMBÉM

O presidente da USCM, prefeito Greg Fischer de Louisville, disse: “A Conferência de Prefeitos dos Estados Unidos sempre pediu aos prefeitos que se manifestassem contra crimes de ódio onde e quando eles ocorressem, em nosso país e em nossas próprias cidades”.

“Ao assinar esta declaração, 525 prefeitos registraram sua oposição ao aumento dramático do antissemitismo que experimentamos em nosso país e se comprometeram a trabalhar juntos para reverter isso”, disse ele.

Vários prefeitos de cidades que foram palco de ataques antissemitas com vítimas fatais, nos últimos anos, incluindo William Peduto de Pittsburgh, Steve Fulop de Jersey City e Steve Vaus de Poway, Califórnia, também estiveram entre aqueles que fizeram o esforço.

David Harris, CEO da AJC, comentou: “O antissemitismo é uma ameaça crescente à sociedade, vem de várias fontes e os prefeitos estão em uma posição única para liderar suas cidades na tomada de medidas combinadas para combatê-la”.

Fonte: Israel Hayom

Imagem: AJC

One thought on “Prefeitos americanos se unem contra antissemitismo

Fechado para comentários.