Negros e judeus na luta contra a intolerância

Mais de 170 membros da indústria do entretenimento americana divulgaram uma declaração de unidade durante o lançamento da Black-Jewish Entertainment Alliance (BJEA), uma iniciativa conjunta de profissionais negros e judeus dedicada a combater o racismo e o antissemitismo.

Enquanto muitas organizações combatem o antissemitismo e o racismo individualmente, a Aliança terá como objetivo criar uma voz unificada contra ambos. Ela adotará uma programação para destacar sua missão comum de combater o ódio e facilitar eventos colaborativos para construir a solidariedade entre as comunidades negra e judaica.

A declaração de unidade começa reconhecendo a “subjugação e perseguição” que tanto negros quanto judeus americanos continuam a enfrentar.

“Como membros da comunidade de entretenimento, nós nos posicionamos contra todas as formas de ódio e nos comprometemos a trabalhar para unir nossas duas comunidades em solidariedade, para apoiar uma à outra em nossas lutas e para entender melhor as lutas e narrativas de cada um”.

LEIA TAMBÉM
A declaração também fez referência à parceria entre Martin Luther King Jr., Rabino Abraham Heschel, e os muitos negros e judeus que se uniram na luta pelos direitos civis. “A comunidade judaica deve falar contra a injustiça racial e trabalhar para realizar mudanças, enquanto a comunidade negra deve falar contra todas as formas de antissemitismo.”

Reconhecemos que a comunidade negra na América enfrentou uma história de racismo que continua até hoje, enquanto a comunidade judaica encontra atualmente níveis recordes de antissemitismo, o que afeta o senso de medo, vulnerabilidade e autoestima de ambos os grupos.

Nas palavras do falecido John Lewis: “Somos um só povo, uma família, a família humana, e o que afeta um de nós afeta a todos nós”.

One thought on “Negros e judeus na luta contra a intolerância

Fechado para comentários.