Primeiro caso de cepa “Lambda” detectado em Israel

Segundo o jornal israelense Yediot Aharonot, um primeiro caso da cepa Lambda foi detectado em Israel e espera-se que, nos próximos dias, apareçam mais casos positivos com esta variante.

Em função do aumento de casos graves, Israel decidiu realizar o sequenciamento genético dos internados para esclarecer quais são as cepas dominantes.

A presença da variante “Lambda”, anteriormente conhecida como andina ou peruana, foi identificada pela primeira vez no país, anunciou o Doctors Only, o site líder em Israel para médicos e profissionais de saúde.

Segundo o NHS britânico, essa variante já se espalhou por 30 países. Acredita-se que as pessoas vacinadas tenham proteção contra a cepa Lambda.

LEIA TAMBÉM

O professor Cyrille Cohen, da Universidade de Bar Ilan, expressou em entrevista a Ynet que é importante monitorar a cepa peruana, pois o Peru é o país onde mais morreram pessoas em relação ao tamanho da população: 194.606 em 33,5 milhões de habitantes. Até agora 2.083.567 contraíram o coronavírus.

“A situação no Peru é grave não só por causa desta variante, 97% é devido à cepa Lambda, mas também por causa do nível deficiente de atendimento médico e da falta de adesão no uso de máscaras e distanciamento social”, disse Cohen.

Fonte: AJN
Foto: Gerd Altmann (Pixabay)

One thought on “Primeiro caso de cepa “Lambda” detectado em Israel

Fechado para comentários.