Somente vacinados em Israel serão isentos da quarentena

Pessoas vacinadas no exterior não ficarão isentas da quarentena, de acordo com os novos regulamentos que entram em vigor na sexta-feira, esclareceu o porta-voz do Ministério da Saúde. Elas só poderão evitar a quarentena se tiverem recebido a terceira dose em Israel.

O esclarecimento veio dois dias depois que o ministério anunciou que, a partir de sexta-feira, indivíduos considerados totalmente vacinados sob novos critérios não serão obrigados a se isolar quando entrarem no país, a menos que venham de países vermelhos (no momento apenas Bulgária, Brasil, México e Turquia).

De acordo com os critérios, os israelenses que receberam a segunda e terceira doses em Israel ou se recuperaram nos últimos seis meses ou receberam uma dose da vacina após a recuperação são considerados protegidos e, portanto, só precisam se isolar até obterem os resultados do teste PCR realizado na chegada ou no máximo em 24 horas.

As novas regras do ministério deixaram em aberto a especulação sobre a situação das pessoas vacinadas no exterior, sejam eles cidadãos estrangeiros ou israelenses.

Israel não reconhece certificados de vacinação ou recuperação de outros países, e suas fronteiras estão fechadas para estrangeiros, que podem entrar apenas em circunstâncias muito específicas e se receberem permissão especial. Entre aqueles que podem receber essa permissão estão parentes de primeiro grau de cidadãos israelenses ou residentes permanentes.

LEIA TAMBÉM

Tanto israelenses quanto estrangeiros vacinados no exterior que chegam aqui têm a opção de fazer um teste sorológico por meio de um serviço reconhecido pelo Ministério da Saúde para comprovar a presença de anticorpos contra o coronavírus.

Os vacinados no exterior serão obrigados a se isolar por 14 dias, que podem ser reduzidos para sete com dois testes de PCR negativos, a menos que também recebam uma dose em Israel.

O porta-voz do Ministério da Saúde disse que o Passaporte Verde concedido às pessoas que fizerem o teste sorológico terá validade até 31 de dezembro, pelo menos até novo aviso.

Fonte: The Jerusalem Post
Foto: Avshalom Sassoni (Flash90)

2 thoughts on “Somente vacinados em Israel serão isentos da quarentena

Fechado para comentários.